Exumações no Cemitério Municipal de Lajeado começam nesta terça-feira

Quarta etapa de revitalização terá a remoção de 143 túmulos.


0
Restos mortais serão transferidos para gavetas (Foto: Natalia Ribeiro)

Com 143 túmulos a serem exumados, terá início nesta terça-feira (19) a quarta etapa de revitalização do Cemitério Municipal de Lajeado. Há um mês a Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas), publicou edital de chamamento aos familiares de pessoas enterradas no terreno junto ao muro do cemitério, na Rua Waldemar Ely. As aberturas ocorrerão neste ponto.


ouça a reportagem

 


Dos túmulos a serem abertos, 33 não têm identificação – mesmo depois do chamamento feito pela administração municipal. Responsável pelos cemitérios públicos de Lajeado e funcionário da Sthas, Anuar Machado conta que “a procura até foi boa nesses 30 dias, só que quem mais procurou a gente para fazer a identificação são as pessoas que já tinham identificação nos túmulos do Cemitério Municipal”.

Todos os restos mortais serão levados para gavetas a serem construídas, via licitação, nos próximos 60 dias. A previsão de investimento na obra é de R$ 320 mil. Os que não estiverem identificados serão separados por números. “Até o momento, esses não têm nome para ser colocado”, lembra Machado. A remoção não terá custo para as famílias, visto que se trata de um projeto da Prefeitura para ter apenas gavetas.

Para a exumação foi contratada a empresa Anjo Construções, de Lajeado, que começará a atuar na manhã desta terça-feira, por volta das 8h, e deve levar pelo menos dez dias para concluir o trabalho. Haverá uma sistemática para a realização das retiradas, segundo o responsável. “Todos têm fotos, que estão numa sequência e numeradas. Esta é a sequência que vamos dar para as exumações”, explica.

Familiares podem acompanhar a retirada. Para isso, e com o objetivo de evitar a aglomeração de pessoas, a Sthas tem feito contato com os parentes para informar o horário previsto para a exumação. No primeiro dia estão estimadas cerca de 30 aberturas. O acúmulo de restos mortais num mesmo túmulo, não informado em algumas lápides, surpreendeu a administração. “Foram vários casos que tinham um nome ou dois na lápide e eles nos informaram que são dois ou três”, comenta Machado.

Saiba mais

Lajeado tem cerca de 150 gavetas à disposição neste momento. Com a liberação de espaço decorrente das exumações será construído um bloco com 256 gavetas e 44 ossários. Desde 2016 deixaram de ser feitos sepultamentos em solo no município.

Texto: Natalia Ribeiro / jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui