Falso médico suspeito de estupro é preso e culpou vítimas

Segundo as mulheres, ele oferecia um serviço de estética e dopava as pacientes para praticar os crimes.


0
Foto:Divulgação
A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, nesta quarta-feira (1), Leonardo Pimentel, suspeito de estuprar mulheres em seu consultório. Segundo as vítimas, o homem se passava por médico esteticista, drogava as clientes e abusava sexualmente delas na falsa clínica médica, que funcionava na Abolição, bairro da Zona Norte do Rio.
Segundo Alessandro Petralanda, delegado titular da 24ª DP (Piedade), ao ser preso, Leonardo colocou a culpa nas vítimas e teria dito: “Essas mulheres jogam sujo”.
Segundo as vítimas, o procedimento do falso médico era sempre o mesmo.
Ele abordava mulheres na rua, se apresentando como médico esteticista e oferecia procedimentos estéticos por preços bem baratos. Ao levar a paciente para o consultório, ele injetava drogas com o poder de dopar as vítimas. Segundo relatos, as mulheres lembravam do que estava acontecendo, mas não conseguiam oferecer resistência ao agressor.
A polícia afirma que em pelo menos uma das vítimas ele teria injetado uma substância proibida para uso em humanos, o que pôs a vida dela em risco. Já nas redes sociais, Leonardo oferecia serviços estéticos de botox e preenchimentos. Ele exibia aos 12 mil seguidores os corpos de mulheres supostamente tratadas por ele. Na clínica, os policiais recolheram várias substâncias injetáveis, remédios, cilindros e seringas. Segundo a polícia, ele não tem autorização pra fazer esses procedimentos.
Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui