Falta de informações sobre novas doses dificulta planejamento, explica secretário de Saúde de Lajeado

Confira a participação desta semana de Cláudio Klein no programa Acorda Rio Grande


1
Cláudio Klein, secretário de Saúde de Lajeado (Foto: Rodrigo Gallas)

“Esse lote que veio ontem, de 190 doses, soubemos no dia anterior. Não temos como fazer previsão alguma de como se organizar”, justifica o secretário de Saúde de Lajeado, Cláudio Klein, sobre a confusão que houve na quarta-feira (5). “Então se criou aquela distribuição de senha rápida, porque temos esta política de não segurar vacina. Talvez o mais inteligente fosse segurar o lote.”

Entenda

Ainda sem data definida mas com remessa confirmada nesta quarta-feira (5) pelo Ministério da Saúde, o Rio Grande do Sul deve receber mais vacinas de Oxford-AstraZeneca, produzidas no Brasil em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz.

São 243,4 mil doses do imunizante, que tem intervalo aproximado de três meses entre a primeira injeção.

Ouça abaixo a participação de Cláudio Klein no programa Acorda Rio Grande desta quinta-feira (6).


ouça a entrevista 

 

 

1 comentário

  1. Secretário distribui ivermectina e cloroquina já que o senhor defende estes medicamentos aí nem será necessario mais vacinas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui