Falta de trabalho para topiqueiros será debatida com vereadores de Lajeado

Representante da categoria afirma que mais da metade dos motoristas não recebeu nenhum auxílio público desde o início da pandemia


0
Entrevista no Programa Encontro Maior com Renato Worm (Foto: Divulgação)

A categoria dos topiqueiros é uma das mais afetadas pela pandemia de Covid-19. Há um ano, mais de cinquenta motoristas de Lajeado não conseguem trabalhar em função da paralisação das aulas presenciais e demais atividades que dependiam do uso das vans para o transporte. Uma das representantes da classe, Mariluce Karsburg, concedeu entrevista ao Programa Encontro Maior da Rádio do Vale e informou que neste período, cerca de 50% dos topiqueiros não receberam qualquer repasse do Poder Público, seja o auxílio emergencial ou outro tipo de incentivo.


ouça a entrevista 

 


 

A motorista lembrou que a Prefeitura e a Câmara de Vereadores foram procuradas neste período. Várias sugestões foram apresentadas como alternativa de trabalho para os topiqueiros. Entre elas, de disponibilizar as vans para desafogar o transporte público municipal e para a locomoção dos funcionários das empresas. No entanto, nenhuma das alternativas foi implantada pelo Executivo. Nem mesmo a isenção do alvará foi concedida, o que é considerado desumano pela motorista.

A partir desta semana, a categoria voltará a conversar com os vereadores de Lajeado para buscar alternativas para minimizar a situação dos topiqueiros. GL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui