Família faz campanha para ajudar motoboy “Bandinha”, vítima de grave acidente de trânsito em Lajeado

Everton Dresch (40) está em estado grave na UTI do HBB e precisará passar por diversas cirurgias, além de auxílio financeiro para sustentar esposa e dois filhos pequenos


0
Além de motoboy, Bandinha é lutador de jiu-jitsu (Foto: Arquivo Pessoal (Divulgação)

A família de Everton Dresch (40), mais conhecido como Bandinha, pede ajuda financeira e orações para contribuir na recuperação do motoboy, que há 11 anos atua na profissão, e na noite do último domingo (14) sofreu um grave acidente de trânsito enquanto voltava do trabalho. Ele teve a frente de sua moto obstruída por uma caminhonete, na Avenida Benjamin Constant, próximo ao Hospital Bruno Born (HBB), no Centro de Lajeado. Bandinha sofreu diversas fraturas na face, traumatismo craniano, teve o pulmão comprometido, fraturou o fêmur e está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).


ouça a reportagem

 


Ele é lutador de jiu-jitsu e bastante atuante no esporte regional, inclusive já foi presidente da Associação de Ligas do Vale do Taquari (Aslivata). O seu trabalho como motoboy é o único sustento da casa e dos seus dois filhos, que possuem 9 e 5 anos. Diante da situação, a família pede doação de qualquer valor financeiro para contribuir com o tratamento.

Cunhada da vítima, Huda Akram Issa Bakri Qadan (25) (Foto: Arquivo Pessoal (Divulgação)

Sua cunhada, Huda Akram Issa Bakri Qadan (25), conta que ele ficará por uma semana no HBB, mas depois deve ser transferido para Porto Alegre. “Inicialmente, ele precisa estabilizar o quadro neurológico dele para poder fazer cirurgias, então eles está em um estado realmente muito grave.”

As doações financeiras podem ser feitas através do site Vakinha Online. A meta inicial era arrecadar cerca de R$ 10 mil, sendo que a metade do valor já havia sido doada. Porém, a família imagina que o valor necessário para os procedimentos cirúrgicos e recuperação pós hospital, será ainda maior. “Pensamos em uma meta nova de R$ 50 mil, mas a gente não espera bater meta, apenas fizemos mesmo porque a família precisa”, destaca Huda.

Segundo ela, muitas pessoas estão engajadas na causa e querendo contribuir. “Nem imaginamos que iria tomar uma proporção tão grande. Nesse momento a gente vê como as pessoas são boas, tem grupos de Jiu-jitsu do Brasil inteiro querendo ajudar, o pessoal da cidade também é muito caridoso”, destaca.

Everton Dresch (40), mais conhecido como Bandinha (Foto: Arquivo Pessoal (Divulgação)

A cunhada de Bandinha também lembra como foi o momento do acidente na noite do último domingo (14). “Uma caminhonete cortou a frente dele e arremessou ele por metros, ele acabou batendo em uma placa de trânsito, quebrou uma lixeira e ficou ali caído. O motorista tentou fugir e um outro motoboy que presenciou a cena não deixou isso acontecer”, conta.

Conforme a familiar, Bandinha irá precisar de cirurgias para mandíbula e fêmur, além de fisioterapias para o pulmão e a perna. No momento seu estado de saúde é grave. Ele está sedado, internado na UTI do Hospital Bruno Born e respira por aparelhos.

Bandinha tem dois filhos, com 9 e 5 anos de vida (Foto: Arquivo Pessoal (Divulgação)

Vakinha online

Até a manhã desta terça-feira (16) cerca de R$ 9.500 já haviam sido arrecadados no site Vakinha Online, através da campanha “Ajude a família do Bandinha”. A nova meta é de R$ 50 mil, com 143 apoiadores.

Campanha é feita no site Vakinha Online (Foto: Reprodução / Divulgação)

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui