Famílias afetadas pela enchente em Lajeado recebem inúmeras doações

Voluntários e agentes da prefeitura trabalham na organização de roupas, alimentos e demais materiais nesta quinta-feira.


0
Doações foram recebidas no Pavilhão 4 do Parque do Imigrante (Foto: Gabriela Hautrive)

A manhã desta quinta-feira (9) trouxe um certo alívio para comunidade de Lajeado. No Parque do Imigrante, no Bairro Alto do Parque, local onde as famílias atingidas pela enchente foram abrigadas, o movimento foi intenso com a chegada de doações. Muitos voluntários, agentes da prefeitura e Defesa Civil do município trabalham no recebimento e organização dos materiais. Essa foi a 8ª maior cheia. Desde 1956, as águas do Rio Taquari não subiam tanto.


ouça a reportagem

 


Conforme informações da assessoria de imprensa da prefeitura, em torno de 70 famílias e 350 pessoas precisaram sair de suas casas. Algumas perderam móveis, roupas e alimentos, outras conseguiram recolher seus objetos antes da chegada da água. O trabalho operacional para retirada das famílias iniciou por volta das 18h da terça-feira (7). Segundo o coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Heitor Hoppe, foram inúmeras doações recebidas nesta quinta-feira.

“É muito bom ver cenas de solidariedade, grande contribuição da comunidade de Lajeado e região, recebemos ligações de empresas até de Santa Catarina. Equipe da prefeitura e muitos voluntários trabalhando e organizando as doações”, destaca. Hoppe disse que o objetivo principal foi atender as necessidades básicas de todas as pessoas que foram afetadas pela enchente.

Mesmo que muitas doações tenham sido feitas, o coordenador ressalta a importância das pessoas continuarem doando. “Tudo virá bem. A partir da semana que vem, com certeza teremos uma campanha especial para obter móveis e outros utensílios, pois quando baixar a água, teremos que organizar essa parte”, explica. Além das famílias abrigadas no parque, outras pessoas foram levadas para casa de amigos e familiares. “O número será muito maior, pois muitas famílias e freteiros foram para outros locais, mas das desalojadas, com certeza passou de 100 famílias”.

O morador da localidade Praia, no Centro de Lajeado, Marciano Monteiro, precisou sair de casa com seus cinco filhos em decorrência da enchente. “Estou pegando roupa para meus filhos e para que eu use. A gente entra aqui (Parque do Imigrante) e fica muito emocionado, vimos que existem muitas pessoas com coração bom ainda, temos que só agradecer por essas pessoas que estão nos ajudando”, relata.

Morador da localidade Praia, Marciano Monteiro, pegou roupas e calçados para seus cinco filhos (Foto: Gabriela Hautrive)

Essa foi a quarta enchente que Monteiro passou. Ele conseguiu tirar suas coisas de casa, mas precisou ser abrigado, juntamente com sua família, no Parque do Imigrante. Até está quinta-feira (9) ainda não havia previsão de retorno para casa.

O QUE DOAR

– Não doe alimentos perecíveis, não há local para manter no Parque. As famílias recebem alimentação oferecida pela Prefeitura de Lajeado. Se quiser levar alimentos, dê preferência para não perecíveis.
– Quando a roupas, preferência para colchões, fraldas infantis e roupas para crianças pequenas, de até dois anos.

HORÁRIO DE ENTREGA

  • Quinta-feira – até as 21h;
  • Sexta-feira (10) – início às 8h;
  • Local: Parque do Imigrante, pavilhão 4.

Texto: Gabriela Hautrive
producao@independente.com.br

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui