Feira do Livro de Lajeado é transferida para outubro

Evento seria realizado em agosto, mas, por conta da Covid-19, foi adiado.


0
Cerca de 17 mil pessoas visitaram a feira em 2019 (Foto: Reprodução/ Feira do Livro de Lajeado)

Inicialmente programada para ocorrer em agosto, a 15ª edição da Feira do Livro de Lajeado teve a data prorrogada por conta do novo coronavírus. A previsão é que seja realizada em outubro, mas a questão ainda será avaliada pelos organizadores do evento, a Prefeitura de Lajeado e o Serviço Social do Comércio de Lajeado (Sesc).

O local, contudo, deve ser o mesmo: a Praça da Matriz, no Centro de Lajeado. Em 2018 a feira voltou ao local. Já o modelo do evento, se contará ou não com a presença do público, é algo que ainda será discutido. “Teremos de estar muitos conscientes de que é um ano diferente para todos os setores e principalmente para o setor de eventos, que sente muito o impacto”, lembra a gerente do Sesc Lajeado, Betina Durayski.

Em 2019, conforme os organizadores, a Feira do Livro de Lajeado recebeu cerca de 17 mil espectadores e teve a comercialização de aproximadamente cinco mil obras. Foram cinco dias de feira, com programação para as escolas, shows e apresentações artísticas. Secretário da Cultura, Esporte e Lazer de Lajeado, Carlos Rodrigo Reckziegel diz esperar que a atração possa ser realizada, por mais que em outro momento. “Ficamos na expectativa de realizar, pois é um evento muito bacana, que envolve a comunidade e também a comunidade escolar, bem como autores de livros”.

Secretário Carlos Reckziegel espera que a feira possa ser realizada em 2020 (Foto: Natalia Ribeiro)

A suspensão das aulas por conta da Covid-19 foi um dos motivos determinantes para a decisão, conforme Betina. O público é essencial para a Feira do Livro de Lajeado. “A nossa maior preocupação é com o funcionamento das escolas, pois os alunos são o nosso maior público. Dependemos do retorno do ano letivo”. Por conta de decreto do governo do Rio Grande do Sul, todas as atividades presenciais na área da educação estão suspensas até o dia 30 de abril, data que poderá ser prorrogada.

Por enquanto, a data proposta pela organização é entre 21 a 25 de outubro, o que poderá ser reavaliado de acordo com a evolução da pandemia. Em Lajeado, conforme o secretário Reckziegel, já foi suspensa a abertura do Campeonato Piá e as atividades de Páscoa. Uma atração junina poderá ser cancelada. “Ainda não cancelamos o São João no Parque, mas há uma tendência este ano para a sua não realização”, fala.

Texto: Natalia Ribeiro/ jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui