Feminicídios têm queda de 55% no Estado

Além dos feminicídios, os outros quatro indicadores de violência contra a mulher apresentaram queda: ameaças, lesões corporais, estupros e tentativas de feminicídio.


0
Foto: Divulgação

Pelo sétimo mês consecutivo, o Rio Grande do Sul teve menos mulheres assassinadas por motivos de gênero do que em igual período do ano passado. O número de feminicídios em novembro passou de 11, em 2019, para cinco, o que representa uma queda de 55%. Os dados são dos indicadores criminais divulgados nesta quarta-feira (9) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Em 2019 foram 90 feminicídios nos 11 meses a partir de janeiro. Neste ano, a soma reduziu para 72, baixa de 20%.

Ao longo de 2020, conforme a Polícia Civil, as 23 Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (Deams) remeteram cerca de 34 mil procedimentos de violência doméstica ao Poder Judiciário e efetuaram mais de 500 prisões de agressores.

Pelas Patrulhas Maria da Penha da Brigada Militar, além da ampliação em 135% no número de municípios atendidos, foram realizadas até o final do mês passado 39.654 visitas a mulheres amparadas por medidas protetivas de urgência, resultando em 144 prisões.

Além dos feminicídios, os outros quatro indicadores de violência contra a mulher monitorados pela SSP apresentaram queda em novembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado: 9,5% nas ameaças, de 11,9% nas lesões corporais, de 1,3% nos estupros e de 28,2% nas tentativas de feminicídio. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui