Feriado de Finados: “As pessoas não perderam o sentimento, mas estão procurando por flores mais baratas”, diz vendedora

Reportagem conferiu a movimentação nos cemitérios de Lajeado na manhã desta segunda-feira (2).


0
Preços das flores variam entre R$ 1,99 e R$ 59,90, sendo que a preferência tem sido pelas opções até R$ 10 (Foto: Gabriela Hautrive)

Além das programações diferentes nos cemitérios de Lajeado em decorrência do Feriado de Finados, celebrado nesta segunda-feira (2), também houve registro na movimentação de pessoas a procura por flores. Conforme a vendedora Suélen Lucca, que há oito anos comercializa os produtos na data, este ano as pessoas procuraram por itens com valores mais em conta. Os preços variam entre R$ 1,99 e R$ 59,90, sendo que a preferência tem sido pelas opções até R$ 10. “O pessoal não perdeu o sentimento, mas procuram por flores mais baratas, sempre procuram levar alguma coisa” conta. As plantas naturais são as que registram maior saída.


ouça a reportagem

 


“Algumas pessoas levam artificial também, mas por ser o Dia de Finados, muitos preferem a natural pelo momento”. Tento em vista que a saída é maior, os vendedores também preparam o estoque dos produtos diante daquilo que o público busca. “Os produtores esse ano acabaram não plantando tanto, pois não sabiam como seria, então tivemos alguns tipos de flores que acabaram faltando”, relata Suélen.

Vendedoras comercializam os produtos na manhã desta segunda-feira no Bairro Florestal (Foto: Gabriela Hautrive)

Entre as pessoas que procuraram por flores nesta manhã, estava Iracema Norato, que tem como hábito visitar os túmulos durante todos os anos no Dia de Finados. “Vim ver meu neto e meus primos, também acendi velas para outros que estão em Santa Cruz do Sul”, conta. Iracema entende que essas ações representam que o sentimento ainda está vivo. “Ainda não esquecemos eles”, completa. O trabalho com comercialização de flores e visitações nesta segunda começou logo nas primeiras horas da manhã e se estenderá até o final do dia na Travessa da Paz, no Bairro Florestal, em Lajeado.

Flores são usadas para colorir e enfeitar os túmulos (Foto: Gabriela Hautrive)

Texto: Gabriela Hautrive
producao@independente.com.br

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui