“Fica meu sentimento de dever cumprido”, diz ex-diretora ao deixar Lar da Menina

Virgínia Rempel deixa a entidade após 31 anos dedicados à causa


0
Virgínia Rempel (Foto: Jonas de Siqueira)

“Foi um momento muito especial”, disse Virgínia Rempel, sobre as homenagens e agradecimentos recebidos após a decisão de deixar o Centro Nora Oderich de Atendimento à Menina da Sociedade Lajeadense de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Slan).


OUÇA A ENTREVISTA


Foram mais de 31 anos dedicados à entidade. ”Antigamente era bem menos crianças. Hoje, nas três unidades, a Slan atende mais de 650 crianças e adolescentes de 2 a 15 anos”, conta. Virgínia ressalta a importância da parceria com a Prefeitura de Lajeado, Rotary Club de Lajeado e Slan para a evolução do trabalho realizado pelo Lar da Menina, nos 43 anos de história.

Virgínia agradece a todos os parceiros, voluntários, diretoria e amigos do Lar. “Eu deixei a casa em ordem. Fica meu sentimento de dever cumprido”, fala. Com a despedida de Virgínia Rempel,  a nova diretora do centro de atendimento passa a ser Luana Kolzer. 

“Não seria a mesma profissional que sou hoje se não fosse todos esses anos dedicados”, reflete a ex-diretora sobre a vida dedicada a essa causa. “Só tenho a agradecer”, concluiu. 

Sobre a nova rotina, Virgínia pretende dedicar-se à família, viajar e descansar. “É um sentimento diferente”, relata sobre o segundo dia sem exercer o cargo. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui