Filiados que agiram de má-fé quanto ao auxílio emergencial serão expulsos do PT

Presidente estadual do partido garante que abrirá procedimento de desligamento caso sejam identificadas tais situações.


0
Entrevista no Programa Encontro Maior com Renato Worm (Foto: Divulgação)

Pessoas filiadas ao PT do Rio Grande do Sul serão desligadas do partido caso seja constatado que agiram de má-fé quanto ao auxílio emergencial de R$ 600. A afirmação é do deputado federal e presidente estadual da sigla, Paulo Pimenta, que concedeu entrevista ao Programa Encontro Maior da Rádio do Vale.


ouça a entrevista

 


 

Ele relatou que até o momento, nenhum caso chegou ao conhecimento da executiva do PT, mas caso haja situações comprovadas, as medidas cabíveis serão adotadas de forma imediata.

Paulo Pimenta ainda confirmou a coligação com o PC do B para a majoritária de Porto Alegre. Miguel Rossetto será o vice na chapa com Manuela d’Ávila como candidata à Prefeitura da capital. GL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui