Fim da dedução no Imposto de Renda pode sobrecarregar o SUS

Proposta do Governo Federal deve influenciar contribuintes a não manterem planos de saúde.


0
Foto: Divulgação

O governo federal estuda terminar com a dedução no Imposto de Renda. A proposta precisa ser aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado para, posteriormente, entrar em vigor. O presidente da Associação das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Vale do Taquari (Aescon), Dani Petry, concedeu entrevista ao programa Encontro Maior da Rádio do Vale e considerou a alteração prejudicial ao contribuinte.


ouça a entrevista

 


Petry explicou que a dedução de consultas médicas e exames, além de planos de saúde, não seria mais aceita. Desta forma, muitas pessoas devem cancelar seus planos. Isso implicaria na sobrecarga do Sistema Único de Saúde (SUS).

Dani Petry também citou que muitos profissionais que pagam consultas particulares não irão mais exigir recibos para baratear o procedimento, já que não poderiam mais deduzir os valores do Imposto de Renda. O processo dificultaria ainda o controle do Governo sobre a emissão dos documentos por parte dos profissionais autônomos da saúde.

A dedução de despesas da área da saúde do Imposto de Renda é regulamentada desde a década de 40. GL

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui