Fim das coligações reduz número de partidos nas Câmaras em 73% das cidades

Impacto foi maior nas pequenas cidades.


0
Foto: Divulgação

O fim das coligações para eleições de cargos proporcionais provocou uma reviravolta nas Câmaras pelo país, sobretudo nas pequenas e médias cidades. Um levantamento feito pelo G1 com base nos resultados das disputas em mais de 5 mil municípios mostra que, em 73% deles, houve redução no número de partidos com representação nos Legislativos municipais.

O total de cidades que tinham até três partidos subiu de 262 para 1.565. Houve crescimento também, mas um pouco menor (17%), no total de cidades que tinham entre 4 e 6 partidos.

No geral, Câmaras com até seis partidos, que até 2016 representavam 50% dos municípios, agora são 82% do total. Em contrapartida, caiu a quantidade de municípios com mais de seis legendas nos Legislativos locais. Em 2016, essas cidades representavam 50% do total; agora, são apenas 18%.

Em todo o país, 14 cidades terão as Câmaras municipais controladas por apenas um partido político. Os casos de controle dos Legislativos por um único partido ocorreram em cidades pequenas do Brasil, com no máximo de 10 mil moradores, a maioria do nordeste. Um desses municípios é gaúcho, Barra do Azul, onde a Câmara será controlada pelo PSD, que fez parte da coligação que elegeu o prefeito que pertence ao PTB.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui