Fortes chuvas e deslizamentos de terra deixam mortos na Coreia do Sul

Três membros de uma mesma família, entre eles uma criança de dois anos, foram encontrados mortos nos escombros.


0
Foto: Ed Jones / AFP

Ao menos 12 de pessoas morreram desde o fim de semana por conta de fortes chuvas e deslizamentos de terra na Coreia do Sul. Entre sábado (1º) e segunda-feira (3) foram registrados mais 13 desaparecimentos, segundo a agência de notícias Reuters. Autoridades locais bloquearam o acesso às áreas próximas aos rios e de encosta. Na capital, Seul, choveu mais de 10 milímetros em apenas uma hora. Em Pyeongtaek, ao sul, um deslizamento de terra soterrou parte de uma fábrica, matando três trabalhadores. De acordo com a agência sul-coreana de notícias Yonhap News, três membros de uma mesma família, entre eles uma criança de dois anos, foram encontrados mortos nos escombros de uma acomodação turística no condado de Gyeonggi.


ouça o programa

 


Bolsonaro veta indenização de R$ 50 mil para profissionais de saúde incapacitados por coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei que previa R$ 50 mil para trabalhadores da Saúde incapacitados pela Covid-19. O veto foi publicado na edição da madrugada desta terça-feira (4) no “Diário Oficial da União” (DOU). Bolsonaro informou que o projeto é inconstitucional e contrário ao interesse público, porque prevê “benefício indenizatório para agentes públicos e criando despesa continuada em período de calamidade no qual tais medidas estão vedadas”. O projeto havia sido analisado pela última vez pela Câmara dos Deputados, e aprovado no dia 14 de julho, após mudanças feitas pelo Senado.

Brandão deve ser novo presidente do BB, diz Bolsonaro

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta terça-feira (4) os selecionados para o programa de Financiamento Estudantil (Fies). Esta é a seleção do segundo semestre de 2020: 30 mil vagas são oferecidas. O resultado poderá ser conferido na página do Fies (http://fies.mec.gov.br/). O estudante contemplado terá até quinta-feira (6) para complementar as informações, o que também pode ser feito na página do Fies.

MEC autoriza aulas à distância até final do ano em instituições federais do ensino médio técnico

A Vale vai ter que pagar, de uma só vez, R$ 129,5 milhões ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). É a maior conciliação extrajudicial da história da previdência brasileira e se refere à restituição aos benefícios previdenciários pagos às vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho. A decisão foi anunciada nesta segunda-feira (3) pela Advocacia-Geral da União (AGU). O valor que será pago pela Vale corresponde ao gasto do INSS com um total de 273 benefícios que já foram pagos a funcionários da Vale vítimas do desastre ou aos dependentes. São casos de pensões por morte, aposentadorias por invalidez, auxílios-doença e auxílios-acidente, por exemplo.

Empresários vão apresentar contra-proposta para abertura em Porto Alegre a Marchezan

Após tensa reunião por videoconferência com o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, na tarde desta segunda-feira, entidades empresariais realizaram encontros virtuais com representantes de seus segmentos durante a noite. O objetivo era elaborar uma contraproposta do Executivo, de realizar uma retomada gradual das atividades econômicas na cidade, de acordo com perigo de contágio. As reuniões, em algumas associações, entram a madrugada. Segundo o presidente do Sindilojas, Paulo Kruse, a decisão das entidades só divulgada após ser apresentada ao prefeito, em nova reunião que deve acontecer nesta terça-feira, ainda sem horário definido. Ele limitou-se a dizer que é bem diferente da proposta apresentada na primeira reunião. A proposta da Prefeitura é definir um calendário com a retomada inicial pela construção civil e indústria, setores que geram menor impacto direto na circulação de pessoas. Após, outras atividades poderiam reabrir de forma escalonada semanalmente.

Primeiro lote de vacina chinesa para Covid-19 chega a Porto Alegre

A equipe do Hospital São Lucas da PUCRS recebeu nesta segunda-feira o primeiro lote de vacinas da empresa chinesa Sinovac Biotech para a terceira fase de testes, em humanos, contra o novo coronavírus. Nos próximos dias, os primeiros profissionais de saúde selecionados devem começar a participar dos testes com a Coronavac. Mais de 5 mil candidatos se inscreveram para os testes, que vão contemplar 850 voluntários que atuam na linha de frente do combate à Covid-19.

Prefeitos do Vale ingressarão com ação judicial contra o Governo do Estadual

Os prefeitos dos municípios do Vale do Taquari entrarão com uma ação judicial coletiva contra o Governo Estadual nesta terça-feira (04). A decisão foi tomada em videoconferência realizada na noite desta segunda-feira (03), após a região de Lajeado ter sido classificada, de forma definitiva, na bandeira vermelha para a semana entre os dias 04 e 10 de agosto. A ação será movida junto a Vara Cível, no Fórum de Lajeado. Segundo o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, a ação pede uma suspensão imediata das restrições impostas pelo Distanciamento Controlado, uma vez que não há regulamentação nas alterações dos critérios adotados para a rodada das bandeiras da última sexta-feira (31). Será uma única ação, com os municípios sendo partes autoras. “O governo propôs um novo modelo de cálculo sem uma lei, sem um decreto”, cita. Segundo o prefeito de Imigrante e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari, Celso Kaplan, o Lelo, 27 prefeitos participaram da reunião. RS

Al Wahda pede para Fifa rebaixar Cruzeiro à Série C por dívida de 2016

O Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, pediu à Fifa o rebaixamento do Cruzeiro à Série C do Campeonato Brasileiro por causa do não pagamento de uma dívida de R$ 5,3 milhões pela contratação do volante Denilson, por empréstimo, em julho de 2016. A informação da solicitação da pena foi repassada por Sérgio Santos Rodrigues, presidente do clube, em reunião do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, realizada nesta segunda-feira, que ocorreu com o intuito de votar a alienação de um imóvel. Por não ter quitado a dívida com o Al Wahda até 19 de maio, o clube já recebeu punição da Fifa, com a perda de seis pontos na Série B do Campeonato Brasileiro – o time estreará no sábado, no Mineirão, diante do Botafogo-SP. Caso não quite a dívida, o Cruzeiro receberá nova punição. E poderá ser um novo rebaixamento, com foi solicitado pelo Al Wahda há duas semanas, de acordo com as informações repassadas por Santos Rodrigues.

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui