Fraport anuncia retomada de check-in no aeroporto de Porto Alegre para dia 15 de julho

Voos seguirão sendo realizados na Base Aérea de Canoas


0
Foto: Fraport / Divulgação

O Aeroporto Internacional Salgado Filho retomará os procedimentos de check-in, embarque e desembarque de passageiros. De acordo com a Fraport, os serviços serão encerrados no Terminal ParkShopping Canoas, no dia 14 de julho e, a partir do dia 15, vão passar a ocorrer no estabelecimento em Porto Alegre. Os voos, entretanto, continuarão sendo realizados na Base Aérea de Canoas até que a pista de pouso e decolagem na Capital seja liberada.

Quem pretende voar deverá ir até os portões 5 e 6, no segundo piso do Salgado Filho, e seguirá por dentro do aeroporto até a área de embarque internacional, onde também serão instalados balcões das companhias Azul, Gol e Latam. Ali, o transbordo ocorrerá através de ônibus, em um trajeto com duração entre 14 e 20 minutos, até a Base Aérea de Canoas, na região Metropolitana.

As operações em Porto Alegre vão funcionar diariamente, das 6h às 21h. A orientação é que os passageiros cheguem no aeroporto pelo menos três horas antes dos voos.

De acordo com Fabrício Cardoso de Lima, diretor de Operações da Fraport, a retomada do serviço no Aeroporto Salgado Filho vai permitir mais eficiência nas em procedimentos de segurança, além de aumentar o tamanho da área de embarque e do meio-fio para a espera do Ônibus até a base aérea. Ele também garantiu que o aeroporto contará com restaurantes, que ainda não estão em funcionamento, além de elevadores e escadas rolante.

O representante da Fraport, no entanto, não dá prazo para o retorno dos pousos e decolagens na pista do aeroporto em Porto Alegre. De acordo com ele, equipes técnicas trabalham em um relatório para analisar as condições da estrutura, que deverá ser entregue ao governo federal na próxima semana.

Outra novidade é a previsão de aumento no número de voos que partem da Base Aérea de Canoas, que opera no tráfego aéreo comercial desde o dia 27 de maio. O aeródromo militar passará de cinco para sete voos diários, tornando um aumento de 70 para 98 movimentos semanais, entre pousos e decolagens, com complemento de operações entre 17h35 e 21h.

A mudança atenua mas não soluciona questões relacionadas a passagens que, com restrição na quantidade de voos, tiveram elevação nos preços e ainda costumam esgotar com maior velocidade. Questionada, a Fraport se limitou a destacar que o valor das passagens é estipulado pelas empresas aéreas.

Fonte: Guaiba

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui