Funcionária do comércio é a favor da manifestação

Segundo Renata, trabalhadores não podem perder seus direitos.


0
Lojista apoiou o protesto. (Foto: Ricardo sander)

A programação de paradas durante o protesto desta sexta-feira (28), não foi cumprida. O grupo não parou em frente ao Banco do Brasil.

Segundo dados da Brigada Militar, são cerca de duas mil pessoas envolvidas no ato que repudia os projetos de reformas do governo de Michel Temer.

Para Renata, funcionária do comércio em Lajeado, a manifestação é bem importante, pois são direitos dos trabalhadores que estão sendo afetados. Além disso, ele comenta que o povo depende dos direitos adquiridos, por isso, não é admissível que se perca algum.

O grupo segue para encerramento do protesto. Alguns dos manifestantes devem ir para Estrela, local em que o governador José Ivo Sartori está nesta sexta-feira para inaugurar o Centro Materno Infantil.


ouça

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui