Fux atende pedido do MP-RS e mantém a prisão de condenados da Kiss

Ministro do STF já havia determinado suspensão de outro habeas corpus a favor dos quatro réus


1
Fux atendeu pedido do MP-RS (Foto: Fellipe Sampaio / STF / Divulgação CP)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, manteve a prisão dos quatro condenados pela tragédia que resultou na morte de 242 pessoas na Boate Kiss. O ministro atendeu pedido do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), o que susta eventuais efeitos de um habeas corpus que estava sendo analisado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS).

Os quatro réus foram presos, entre a noite de terça e a manhã dessa quarta-feira, depois que Fux suspendeu a liminar do desembargador gaúcho, a pedido do Ministério Público.

O magistrado concordou com a tese de que penas acima de 15 anos devem ser cumpridas de imediato e em regime fechado, conforme dispõe a Lei Anticrime. Os defensores dos réus dizem que, além de não terem antecedentes criminais e apresentarem bom comportamento, todos são trabalhadores e não oferecem perigo à sociedade. A 1ª Câmara do TJ estava analisando um possível habeas corpus e uma decisão poderia ser proferida até esta sexta-feira.

1 comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui