Galvão Bueno e Daiane dos Santos choram após medalha de prata de Rebeca Andrade na ginástica

Daiane dos Santos falou sobre histórico de Rebeca e o que passou para alcançar o mérito nas Olimpíadas


0
Foto: reprodução/Globo

Galvão Bueno e Daiane dos Santos choraram em transmissão ao vivo dos Jogos Olímpicos de Tóquio após a conquista da ginasta Rebeca Andrade na manhã desta quinta-feira (29). A jovem ganhou medalha de prata na final individual da ginástica artística.

“É prata! É prata! É Brasil!”, gritou o narrador em meio à divulgação das notas finais da brasileira no solo. Ao lado dele, a ex-ginasta Daiane dos Santos também chorou na transmissão, enquanto o também ex-ginasta Diego Hipólito ressaltou a importância da conquista.

Emocionada, Daiane dos Santos falou sobre histórico de Rebeca e o que passou para alcançar o mérito nas Olimpíadas. “É uma menina que vem de uma origem humilde. “Foi criada por uma mãe solo, como a dona Rosa. O pai da Rebeca é vivo, mas não é presente na vida dela. Aguentou tudo o que ela aguentou, todas as lesões. E tá aí hoje, para ser a segunda melhor atleta do mundo, uma brasileira”, declarou Daine dos Santos.

Competição acirrada

O anúncio da medalha de Rebeca veio após a nota oficial do solo. Com a soma total das notas, a jovem de 22 anos ficou com 57,298 pontos, atrás apenas da norte-americana Sunisa Lee, que somou 57,433 pontos.

Pódio na final individual geral da ginástica feminina em Tóquio:

Sunisa Lee (EUA) | 57.433: 14.600 (salto), 15.300 (assimétricas), 13.833 (trave) e 13.700 (solo)

Rebeca Andrade (BRA) | 57.198 | 15.300 (salto), 14.666 (assimétricas), 13.666 (trave) e 13.666 (solo)

Angelina Melnikova (RUS) | 57.166 | 14.500 (salto), 14.866 (assimétricas), 14.200 (trave) e 13.966 (solo)

Chance de medalha

A ginasta Rebeca Andrade, primeira medalhista da história do Brasil na modalidade, tem mais duas finais para disputar nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Além do individual feminino, a atleta está na decisão do salto e do solo.

Os medalhistas da prova do salto serão conhecidos no próximo domingo (1º), às 5h (de Brasília), enquanto a decisão do solo será na segunda (2), às 5h (de Brasília). A brasileira é uma das favoritas nas duas categorias.

Fonte: Diário do Nordeste

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui