Gengibre: remédio ou alimento?

Confira o comentário do medico e gourmet Marcos Frank


0
Foto: Pixabay

Originário do Sudeste Asiático, o gengibre (Zingiber officinale) era uma das mais caras especiarias das Índias desde a Era Romana. No entanto seu consumo, na Antiguidade, ficava restrito à nobreza militar, que o usava como remédio. No Século I antes de Cristo, em Roma, já se fazia uso do gengibre para temperar os molhos de carnes e frangos.

Na época das grandes navegações, o gengibre foi trazido à América com outras especiarias. “No Brasil, chegou menos de cem anos depois do Descobrimento. Naturalistas que visitaram o país durante o período colonial acreditavam que se tratava de uma planta nativa, pois era comum encontrá-la em estado silvestre. Era conhecida entre os indígenas como mangaratiá ou mangarataia”.


ouça o comentário 


 

Essencial na cozinha asiática, o gengibre é daqueles ingredientes aromáticos que têm a capacidade de combinar com tudo: carnes, peixes, refrescos, bebidas fermentadas. Sem falar nas propriedades terapêuticas atribuídas a ele, como seu poder bactericida e desintoxicante. Quando está novo e fresquinho, é muito tenro e de sabor suave. Eh nessa fase que os japoneses gostam de preparar o gari, a conserva que acompanha os sushis e sashimis – finamente fatiado, ele é curtido numa mistura de vinagre de arroz, açúcar e sal.
Mas o gengibre está presente em muitas outras culturas. Ingleses e americanos adoram usá-lo em receitas de bolos e biscoitos, como o festivo gingerbread.

O gengibre possui sabor bem picante, marcante e suculento. Pode ser utilizado como planta medicinal, em bebidas, pratos salgados, doces e tambem pode ser usado, fresco, seco, em conserva ou cristalizado.

Popularmente, o seu chá, por ser barato, é aplicado no tratamento contra gripes, resfriados, tosses, congestão nasal, cólicas menstruais e até ressaca. Banhos e compressas quentes de gengibre são indicados para aliviar os sintomas como gota, artrite, dores na coluna.

Medico e gourmet Marcos Frank fala sobre culinária nas sextas-feira no quadro “Direto Ao Ponto” (Foto: Divulgação)

Desde a Antiguidade, o gengibre é utilizado na fabricação de xaropes para combater a dor de garganta. Por possuir uma ação antisséptica, muitos locutores e cantores o utilizam para cuidar da voz.

A Organização Mundial de Saúde reconheceu sua ação terapêutica sobre o sistema digestivo, tornando-o indicado para enjôo e náuseas.

Por seu sabor exótico, na culinária é usado no preparo de várias especiarias. O gengibre fresco é muito utilizado na China, na Indonésia, na Índia e na Tailândia. No Japão, o suco do gengibre serve para temperar frango e suas conservas são feitas com os rizomas jovens.

Na Europa, para onde foi levado nas Cruzadas, é notavel sua utilização para dar aroma diferenciado em bolos, pães e biscoitos. Em Portugal existe registro de sua presença desde o reinado de D. João III (1521-1557).

A Alemanha tornou-se famosa devido ao gengibre, graças a seu elevado uso pelos padeiros na elaboração do gingerbread. Eles apresentavam decorações de natal bastante elaboradas devido a uma tradição do século XVI, criações popularizadas por contos de Grimm e da história de Hansel e Gretel. O homem de pão de gengibre, provavelmente alcançou seu apogeu durante este período.

RECEITA DE BISCOITO DE GENGIBRE

INGREDIENTES

  • 1 xícara (chá) de margarina
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 gema
  • 1 colher (chá) de raspas de limão
  • Meia colher (chá) de sal
  • 1 colher (café) de Noz-Moscada ralada
  • 1 colher (chá) de Gengibre Moído
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo

PREPARO

* Em uma tigela, misture a margarina, o açúcar, a gema, as raspas de limão, o sal, a Noz-Moscada e o Gengibre Moído e a farinha de trigo até formar uma massa homogênea e macia. Embrulhe em saco plástico e leve à geladeira por 20 minutos.
* Pré-aqueça o forno em temperatura média (180°C).
* Abra a massa com 0,5cm de espessura com auxílio de um rolo e corte biscoitos com cortadores de sua preferência.
* Arrume os biscoitos em assadeiras, deixando espaço entre eles. Leve ao forno por 15 minutos ou até que a base esteja dourada. Retire e deixe esfriar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui