Glaucoma mais comum é assintomático na fase inicial, alerta oftalmologista

Campanha Maio Verde reúne profissionais e organizações de saúde dos olhos para alertar sobre a importância do diagnóstico, prevenção e combate à doença


0
Rodrigo Lindenmeyer, médico oftalmologista (Foto: Divulgação)

A campanha Maio Verde reúne profissionais e organizações de saúde dos olhos para alertar sobre a importância do diagnóstico, prevenção e combate ao glaucoma. A ação gira em torno do Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, comemorado em 26 de maio.

De acordo com o médico oftalmologista Rodrigo Lindenmeyer, o glaucoma é uma doença que está associada ao aumento da pressão nos olhos. Porém, às vezes, isso pode gerar um certo engano em relação à sociedade. “Na verdade, o glaucoma é uma doença do nervo dos olhos. Na maioria das vezes, a pressão está elevada, mas em alguns casos, o glaucoma pode acontecer com pressões normais.”

O glaucoma mais comum, primário de ângulo aberto, é assintomático na fase inicial da doença. “Então sempre sempre buscamos esclarecer isso, pois mesmo com a pressão normal, o nervo óptico pode estar sendo danificado.”

Assista à entrevista 


Sintomas
A doença pode se desenvolver durante meses ou anos sem apresentar nenhum sintoma. Os sintomas só aparecem na fase mais avançada, quando a pessoa começa a esbarrar nas coisas, pois está perdendo a visão periférica (vê bem o que está na sua frente, mas não enxerga o que está dos lados).

Fatores de risco
Pessoas que têm parentes portadores de glaucoma, indivíduos com mais de 40 anos, pacientes com alto grau de miopia e diabéticos devem estar ainda mais atentos à realização dos testes de rotina.

Diagnóstico
O glaucoma é diagnosticado quando a pessoa faz exame oftalmológico cuidadoso e o médico mede a pressão intra-ocular. Às vezes podem ser necessários outros exames, como de fundo de olho e campo visual.

Tratamento
Após o diagnóstico, o tratamento vai desde a utilização de colírios, que baixam a pressão ocular, a cirurgias e ao uso do laser.

Prevenção
A melhor maneira de prevenir o glaucoma é consultar um médico oftalmologista pelo menos uma vez por ano. Sendo uma doença crônica e sem cura, ele pode ser controlado com o uso de medicamentos apropriados que normalizam a pressão intra-ocular e impedem que a doença avance provocando a perda da visão.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui