Golpes financeiros contra idosos aumentam 60% durante o isolamento social no Brasil

Os criminosos abusam da ingenuidade ou confiança do usuário.


0
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Um levantamento da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) revela que, desde o início do isolamento social devido ao coronavírus, houve um aumento de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos em todo o País.

“Estamos intensificando nossas ações, pois quadrilhas se aproveitaram do aumento das transações digitais causado pelo isolamento social e da vulnerabilidade dos consumidores, em especial dos idosos, para aplicar golpes por meio da chamada engenharia social, manipulação psicológica do usuário para que ele lhe forneça informações confidenciais”, explicou o presidente da entidade, Isaac Sidney.

Outro dado levantado pela Comissão Executiva de Prevenção a Fraudes da Febraban revela que, atualmente, 70% das fraudes estão vinculadas a tentativas de estelionatários em obter códigos e senhas. “Os criminosos abusam da ingenuidade ou confiança do usuário para obter informações que podem ser usadas para que tenham acesso não autorizado a computadores ou informações bancárias”, disse o diretor da comissão, Adriano Volpini.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui