A Univates, em parceria com a Prefeitura de Estrela, inaugurou na tarde desta sexta-feira (28), o Centro de Atendimento Materno-infantil do Centro Clínico Univates. A solenidade contou com as presenças do Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra,  Governador do Estado, José Ivo Sartori, além de autoridades e lideranças locais.


Ouça a reportagem


O espaço está localizado ao lado do Hospital Estrela e foi projetado para atender mulheres e crianças de até dois anos de idade da atenção primária à saúde do município de Estrela. O estabelecimento tem vinculação com a Secretaria de Saúde de Estrela e com o Centro Clínico Univates, que engloba os serviços oferecidos pela Instituição na área da saúde.

Foto: Luís Fernando WagnerA estrutura do Centro de Atendimento Materno-infantil, com 293 m², foi viabilizada por investimento de cerca de R$ 500 mil por parte da Univates. Em contrapartida, a administração municipal de Estrela se compromete em custear o serviço e disponibilizar profissionais técnicos e administrativos.

Com atendimentos 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a ideia do Centro de Atendimento Materno-infantil era um desejo antigo do município de Estrela e a escolha do local, anexo ao Hospital Estrela, ocorreu pelo fato da casa de saúde ser referência na região por conta do Ambulatório de Gestante de Alto Risco (Agar).

Em seu discurso, Osmar Terra parabenizou o esforço da diretora do Hospital, Irmã Terezia Steffen. “Conheço a Irmã Terezia há mais de 30 anos e sei do esforço que ela tem feito ao longo destes anos para manter a casa de saúde”.

Foto: Luís Fernando Wagner

O Ministro também falou sobre a reforma da previdência e dos protestos realizados nesta sexta-feira em todo o Brasil. “O que estamos fazendo podemos comparar com um chefe de família que gastou demais e ficou sem dinheiro para pagar as contas. Para superar as dificuldades, precisamos tomar medidas urgentes. O presidente Temer assumiu o governo com um rombo histórico nas contas públicas. No caso da previdência, por exemplo, se não fizermos as reformas necessárias agora,   não serão nossos netos que serão afetados, seremos nós, já no ano que vem”, argumentou.

O Governador Sartori ressaltou a origem religiosa dos hospitais, a exemplo de Estrela. “Se formos buscar lá no passado, veremos que todas as casas de saúde tem sua origem em siglas religiosas. Por isso são beneficentes, como o nosso Hospital Estrela”, disse.

Foto: Luís Fernando Wagner

O coordenador do curso de Medicina da Univates, Doutor Luiz Fernando Kehl, comentou a importância do Centro na formação dos alunos da disciplina. “Será muito importante este espaço para que nossos estudantes possam aprender importantes lições práticas. O objetivo desse projeto é fortalecer a rede de atenção à saúde para contribuir com o cuidado integral da mulher e da criança, disponibilizando consultas e procedimentos pelo SUS, visando à qualificação e à ampliação da resolutividade na atenção primária, aproximando ainda mais os cursos da área da saúde da Univates para a rede regional”.

Atendimento

O Centro de Atendimento Materno-infantil conta com nove consultórios (três de pediatria, três de ginecologia e obstetrícia, um multiprofissional, um de enfermagem e outro de acolhimento – preparação do paciente) e uma sala de educação em saúde. Este espaço está previsto para a discussão de casos clínicos dos estudantes da Univates vivenciados no dia a dia, assim como para treinamentos, orientações aos pacientes e grupos de promoção da saúde. O atendimento ao público iniciou no dia 9 de fevereiro, junto ao início das aulas do curso de Medicina, o qual já tem aulas práticas neste serviço em dois módulos: Saúde da Mulher e Saúde da Criança.

Neste primeiro semestre, para o curso de Medicina, a previsão é que ocorram 56 consultas/mês para ginecologia e em torno de 30 consultas/mês para pediatria. “Conforme o avanço do curso de Medicina, até  em 2019, a oferta máxima ficará em torno de 196 atendimentos/mês de ginecologia e obstetrícia e 140 atendimentos/mês de pediatria”, revela Kehl.

Inauguração sem protestos

Um forte esquema de segurança, com diversos soldados da Brigada Militar, foi montado no entorno do Centro Materno Infantil. A rua Geraldo Pereira foi fechada para o tráfego de veículos em ambos os sentidos. Em virtude do Dia de Greve Geral, nesta sexta-feira, havia a expectativa de manifestações no local, em função da presença do Governador José Ivo Sartori e do Ministro Osmar Terra. Nenhum tipo de protesto foi registrado, e a solenidade ocorreu sem incidentes.

Sartori encerrou agenda em Arroio do Meio

O Governador José Ivo Sartori finalizou sua agenda na região, em Arroio do Meio. O Chefe do Executivo Estadual  inaugurou a cobertura do ginásio poliesportivo da Escola Estadual Guararapes, situada no centro da cidade. Conforme a Coordenadora Regional de Educação, Greice Weschenfelder, a obra, orçada em aproximadamente R$ 500 mil, era uma reivindicação de mais de 20 anos da comunidade escolar. O educandário possui mais de 500 alunos. LF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui