Governo acerta teto de gastos que abrirá espaço de R$ 83,6 bilhões em 2022

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
Foto: Divulgação

O governo Jair Bolsonaro acertou uma mudança no teto de gastos que vai abrir um espaço de R$ 83,6 bilhões para despesas adicionais em 2022. O acordo foi fechado na manhã desta quinta-feira (21), entre as alas política e econômica do governo, após dias de embates para viabilizar o pagamento de R$ 400 aos beneficiários do Auxílio Brasil, programa idealizado para substituir o Bolsa Família. O ministro Paulo Guedes acabou provocando tensão no mercado, após afirmar que o novo programa seria pago fora do teto, o que demandaria uma licença para um gasto de cerca de R$ 30 bilhões, ou haveria opção por uma mudança na regra constitucional do teto de gastos para acomodá-lo. Fonte: Correio do Povo

Rio poderá liberar máscaras em locais abertos na próxima semana

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou hoje (21) que a cidade pode atingir o percentual de 65% de população com vacinação completa contra a covid-19 na próxima segunda-feira. Com essa cobertura vacinal, a prefeitura pretende desobrigar o uso de máscara em locais abertos e sem aglomeração. Paes discursou para empresários na Associação Comercial do Rio de Janeiro e previu ainda que será possível atingir uma cobertura de 75% da população da capital fluminense com a vacinação completa em 15 de novembro, o que permitirá a desobrigação do uso de máscaras também em lugares fechados. Fonte: Agência Brasil

BRF conquista cinco novas habilitações para exportar para Singapura; unidade de Lajeado está entre elas

A BRF recebeu cinco novas habilitações para exportar seus produtos para Singapura. A partir das unidades de Lajeado, no Vale do Taquari; Uberlândia (MG), Concórdia (SC), e Herval D´Oeste (SC), a Companhia irá comercializar miúdos de suínos. Já a unidade de Lucas do Rio Verde (MT) obteve autorização para a venda de suínos e seus miúdos. Este movimento reforça a estratégia de aumentar a participação dos produtos da empresa no mercado asiático, onde a Companhia já exporta para China, Japão, Vietnã, Coreia do Sul, Malásia e Filipinas, entre outros mercados. A partir de Lajeado são exportados produtos de suínos e frangos para Ásia, América Latina, África do Sul no Oriente Médio. AI/RC[

Fiscalização apreende 3 toneladas de alimentos impróprios para o consumo em Santa Maria

Em torno de três toneladas de alimentos impróprios para o consumo foram apreendidas e inutilizadas em ação da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar realizada nesta quarta-feira (20) em seis estabelecimentos em Santa Maria. Os principais problemas encontrados nos locais vistoriados (cinco mercados e um estabelecimento que produzia embutidos clandestinamente), foram produtos com prazo de validade vencido ou sem validade, sem procedência e rotulagem, fora da temperatura adequada, higiene precária, medicamentos comercializados sem licença para tal, entre outros. Fonte: O Sul

Terceira dose de vacina da Pfizer tem eficácia de 96,5% contra covid-19, diz estudo

Um estudo de fase 3 indicou que a terceira dose da vacina desenvolvida por Pfizer e BioNTech é 95,6% eficaz na proteção contra o coronavírus, informaram as duas empresas nesta quinta-feira, com base em resultados preliminares. Os testes contaram com 30 mil participantes que já haviam completado o ciclo vacinal do imunizante. Fonte: Correio do Povo

Governo dos EUA detalha plano para vacinar crianças de 5 a 11 anos

O governo de Joe Biden delineou nesta quarta-feira seu plano para vacinar milhões de crianças de 5 a 11 anos assim que uma vacina contra covid-19 for aprovada para essa faixa etária, preparando doses e instalações antes da movimentada temporada de final de ano. O governo informou que está trabalhando para montar clínicas de vacinação em mais de 100 sistemas de hospitais pediátricos de toda a nação, além de consultórios médicos, farmácias e possivelmente escolas. Fonte: G1

Lajeado amplia vacinação contra covid para adolescentes com 12 anos

Nesta sexta-feira (22), Lajeado ampliará a vacinação contra a covid-19 para adolescentes com 12 anos completos ou mais. Além disso, seguirão sendo feitas aplicações de segundas doses e doses de reforço. Os locais de vacinação serão o Posto de Saúde do Centro e o drive-thru do Parque do Imigrante, das 8h às 14h. Os jovens de 12 anos a 17 anos devem apresentar documento de identidade e também a sua carteirinha de vacinação. Adolescentes não precisam estar acompanhados de pais ou responsáveis. Já as doses de reforço estão sendo aplicadas em profissionais da saúde e idosos com 60 anos ou mais que fizeram a segunda dose ou a dose única há pelo menos seis meses. AI/RC

Em Manaus, 84% dos internados em UTI por covid-19 não se vacinaram

Mais de 80% dos pacientes internados com covid-19 em leitos de UTI em Manaus não tomaram nenhuma dose da vacina contra a doença ou estão com o esquema vacinal incompleto. Os dados são da Secretaria da Saúde do estado. Até terça-feira (19), dos 45 pacientes internados pela doença em hospitais da capital amazonense, 62,2% não tinham tomado nenhuma dose de vacina. Somente em leitos de UTI, dos 26 internados, 84,6% não tomaram nenhuma dose ou não procuraram a segunda aplicação da vacina. Nos leitos de enfermaria, do total de 19 pacientes internados, 9 não tomaram nenhuma dose, 5 estão com apenas uma dose e outros 5 completaram o esquema vacinal, com a dose única ou as duas doses. No Amazonas, até o momento 79,9% da população acima de 12 anos já recebeu ao menos uma dose do imunizante, e 52,9% está com o esquema vacinal completo. Fonte: CNN

Bolsonaro promete ajuda a caminhoneiros autônomos ‘para compensar aumento do diesel’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o governo federal concederá uma ajuda aos caminhoneiros autônomos diante da alta no preço do diesel. Bolsonaro falou durante evento em Sertânia, no estado de Pernambuco, nesta quinta-feira (21). Segundo o presidente, cerca de 750 mil caminhoneiros deverão receber a ajuda do governo federal. Bolsonaro, no entanto, não deu detalhes de como o auxílio acontecerá, o que deve ocorrer nos próximos dias. Fonte: CNN

Moscou anuncia fechamento de serviços não essenciais por 11 dias para frear covid

A prefeitura de Moscou, na Rússia, determinou nesta quinta-feira (21) o fechamento de todas as empresas e organizações consideradas não essenciais de 28 de outubro a 7 de novembro, para frear os contágios de covid-19. “Durante o período, todas as empresas e organizações de Moscou deverão interromper o trabalho”, afirmou o prefeito da capital russa, Serguei Sobianin. Os estabelecimentos de venda de medicamentos, produtos de alimentação e de primeira necessidade poderão ficar abertos. Fonte: G1

Novo foco de covid-19 faz China cancelar voos e fechar escolas

As autoridades da China cancelaram centenas de voos, fecharam escolas e iniciaram uma grande campanha de testes para conter um novo foco de Covid-19 vinculado a um grupo de turistas em viagem doméstica pelo país. A origem do surto está ligada a um casal de idosos que viajava com um grupo de turismo. Eles iniciaram o deslocamento em Xangai, antes de voar para Xi’an (centro) e as províncias de Gansu e Mongólia Interior (norte). Desde então, foram detectados dezenas de casos vinculados, com contatos próximos em pelo menos cinco províncias e regiões, incluindo a capital Pequim. Fonte: Correio do Povo

Uso de máscara em locais abertos deixa de ser obrigatório em Buenos Aires

A cidade de Buenos Aires, na Argentina, teve o primeiro dia com a suspensão do uso obrigatório de máscara contra a covid-19. O uso do item se tornou opcional em locais abertos e em locais onde não há aglomeração. Mas no primeiro dia muitas pessoas foram vistas nas ruas ainda utilizando a proteção. Segundo as autoridades, a decisão só foi possível graças à evolução da vacinação na cidade, que chegou a 70% da população com as duas doses de vacina contra o coronavírus. Além das máscaras, a capital argentina também dispensou a medição de temperatura para entrada em ambientes fechados. Fonte: CNN

Bolsonaro sanciona lei que proíbe eutanásia de cães e gatos saudáveis

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que proíbe que órgãos públicos pratiquem a eutanásia de cães e gatos de rua que estejam saudáveis. Com a Lei 6610/19, estabelecimentos públicos de zoonoses ou canis e similares não poderão mais sacrificar animais. A sanção foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (21). O projeto, de autoria dos deputados Ricardo Izar (PP-SP) e Celio Studart (PV-CE), não proíbe o sacrifício de animais com doenças graves ou enfermidades infectocontagiosas incuráveis que representem riscos à saúde das pessoas ou de outros animais. Fonte: R7

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui