Governo da Islândia anuncia fim à caça de baleias

A promessa é encerrar as atividades de caça comercial de baleias a partir de 2024


0
Foto: Pixabay

Finalmente a Islândia vai por um fim à caça de baleias. O governo do país insular europeu fez o anúncio este mês. A promessa é encerrar as atividades de caça comercial de baleias a partir de 2024. Assim, a Islândia deixará o grupo dos únicos três países do mundo que ainda permitem o abate de baleias.

Ficarão isolados o Japão e a Noruega que ainda não tomaram providências, mesmo com a forte pressão de entidades internacionais de proteção animal, como a International Whaling Commission (IWC, na sigla em inglês).

Motivo da decisão

O real motivo da decisão sensata da Islândia não é a preservação. É econômico: é que está havendo uma queda na procura por carne de baleia.

“O Japão tem sido o maior comprador de carne de baleia [islandesa], mas seu consumo está diminuindo ano a ano. Por que a Islândia deveria correr o risco de continuar pescando, sem benefícios econômicos?”, disse a ministra da Agricultura e da Pesca, Svandís Svavarsdóttir, a jornais locais.

Desde 2019 o país vem reduzindo a caça de baleias Primeiro tinha estabelecido uma “cota” que permitia a caça de 209 baleias fin e 217 baleias mink por ano. Porém, há pouco mais de três anos, pescadores islandeses foram flagrados com uma baleia azul morta.

A Balaenoptera musculus é o maior animal do planeta. Pode pesar até 200 toneladas e ter mais de 30 metros de comprimento. Ela está ameaçada de extinção e estima-se que restem entre 10 mil a 25 mil indivíduos em nossos oceanos. Agora é torcer para todos cumpram na Islândia a decisão anunciada para 2024.

Fonte: Só Notícia Boa / Com informações da CNN Internacional

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui