Governo do RS recebe dois pedidos de reconsideração ao mapa da 34ª rodada

Região de Lajeado não envia recurso e permanece na bandeira vermelha


0

O governo do Estado recebeu, até as 7h deste domingo (27), dois pedidos de reconsideração ao mapa preliminar da 34ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado. As solicitações para reduzir o nível de restrições vieram de uma região e um município classificados previamente em bandeira vermelha. É o menor número de pedidos desde a 27ª rodada, que também recebeu duas solicitações em 7 de novembro. Antes disso, houve semanas com um ou nenhum pedido.

Divulgada na sexta-feira (25), a classificação preliminar desta rodada indicou 15 das 21 regiões Covid com alto índice de contágio e de ocupação dos hospitais por coronavírus, o que representa 76,5% da população gaúcha no nível vermelho. Apenas Guaíba, Taquara, Novo Hamburgo, Cruz Alta, Pelotas, Bagé e Guaíba apresentaram risco epidemiológico médio e, portanto, receberam bandeira laranja.

O Gabinete de Crise vai analisar os pedidos de reconsideração e divulgar o mapa definitivo na tarde desta segunda-feira (28). A vigência das novas bandeiras começa à 0h de terça-feira (29/12) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (4/1).

Entre as 19 regiões Covid que aderiram ao sistema de cogestão regional, as 14 que estão em bandeira vermelha podem adotar os protocolos próprios compatíveis até o nível de restrição da bandeira laranja. Já as cinco regiões classificadas em laranja que estão na cogestão podem utilizar protocolos de bandeira amarela.

As únicas regiões que obrigatoriamente têm de seguir as regras definidas pelo Estado são Uruguaiana e Guaíba, que não enviaram planos regionais. Caso ainda não tenham sido enviados protocolos ou o plano regional não esteja vigente, o governo abre a possibilidade de recepção imediata de padrões mais flexíveis até a bandeira imediatamente inferior, sem esperar prazo de 48 horas para submissão e validade de novo plano regional.

Região de Lajeado
A região de Lajeado (formada pela maioria dos municípios do Vale do Taquari) foi classificada pela quinta semana seguida como bandeira vermelha no Modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Rio Grande do Sul. A informação foi divulgada no fim da tarde desta sexta-feira (25) na 34ª rodagem das bandeiras.

A região de Lajeado recebeu a pior nota entre todas as regiões do Estado, com 2,15, enquanto na última semana havia recebido nota 1,65. Conforme o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari, Celso Kaplan, a Amvat não enviou recurso ao Governo do Estado devido a nota elevada. Para mudar a cor da bandeira para o laranja, a nota precisaria estar em 1,49. Para chegar na bandeira preta é necessário 2,50.

Segundo o Governo no Estado, dos seus quatro indicadores regionais, Lajeado alcançou classificação de risco máximo (bandeira preta) em dois deles. É o caso do número de hospitalizações por Covid-19 para cada 100 mil habitantes e da projeção de óbitos. Os indicadores do número de hospitalizações por Covid nos últimos sete dias e do estágio de evolução da doença obtiveram bandeira amarela e vermelha, respectivamente.

Fonte: Governo do RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui