Governo dos EUA anuncia sanções a três estrangeiros residentes no Brasil por suposto vínculo com a Al Qaeda

A consequência da inclusão na lista é o bloqueio de bens desses estrangeiros – dois egípcios e um libanês


0

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil informou na quarta-feira (22) que três estrangeiros residentes no território brasileiro, apontados como apoiadores e financiadores da organização terrorista Al Qaeda, foram incluídos em uma lista de sanções econômicas do governo norte-americano. A consequência da inclusão na lista é o bloqueio de bens desses estrangeiros – dois egípcios e um libanês – nos Estados Unidos.

Segundo a embaixada dos EUA, os três indivíduos teriam auxiliado materialmente, patrocinado ou fornecido apoio financeiro ou tecnológico para a atuação da Al Qaeda. Não foram divulgadas as cidades onde esses homens moram. De acordo com o governo norte-americano, um deles atuava como informante de membros da rede terrorista, outro tinha envolvimento com impressão de moeda falsa e o terceiro seria “agente e facilitador” da Al Qaeda, que assumiu a autoria dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos EUA.

Na semana passada, o presidente Joe Biden assinou uma ordem executiva para combater organizações criminosas e redes de tráfico de drogas internacionais. Uma facção criminosa brasileira que atua em presídios está entre os alvos das sanções.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui