Governo francês diz que venda de ingressos falsos foi responsável por caos na final da Liga dos Campeões

Ministro francês diz que entre 30 mil e 40 mil torcedores ingleses não tinham ingressos ou estavam com entradas falsificados


0
Foto: Kai Pfaffenbach / Reuters

O ministro francês do Interior, Gérald Darmanin, responsabilizou, nesta segunda-feira (30), a venda de ingressos falsos pelos incidentes no Stade de France, na final da Liga dos Campeões. De acordo com ele, entre 30 mil e 40 mil torcedores ingleses não tinham ingressos ou estavam com entradas falsificados.

A UEFA confirmou a informação de que um grande número de torcedores com entradas falsas teriam causado os atrasos e bloqueios nas catracas de acesso ao estádio. Darmanin também precisou que sábado, às 21h, 97% dos torcedores espanhóis, munidos de ingressos, estavam dentro do estádio, contra 50% dos torcedores ingleses.

No sábado, a final entre Real Madrid e Liverpool, que acabou com a vitória por 1 a 0 do time espanhol, começou com um atraso de 30 minutos devido a problemas de acesso de torcedores ao estádio. O episódio não fez feridos graves, mas foi marcado por muito tumulto.

Desde o início, a França responsabilizou os torcedores do Liverpool pelos problemas. Mas o governo britânico não concordou com a tese de Paris e disse que estava “extremamente decepcionado” pelo tratamento infligido aos Reds.

De acordo com pessoas presentes no estádio, o número de funcionários para controlar as entradas não era suficiente. Nas redes sociais, muitos franceses denunciavam roubos, dificuldades de entrar e falta de segurança no estádio.

Vídeos que circulam em redes sociais mostram pessoas se vangloriando de terem conseguido entrar no estádio, sem ingressos. Outras imagens mostram assaltos e a polícia usando gás de pimenta contra torcedores.

Fonte: RFi

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui