Governo homologa a cogestão do Vale do Taquari e região segue com o comércio aberto

Com aprovação do protocolo de flexibilização, região de Lajeado seguirá com  restrições semelhantes às de bandeira laranja.


0
Cogestão foi publicada no site do Governo do RS na manhã deste sábado (Foto: Reprodução / Governo do RS)

O Governo do Rio Grande do Sul homologou a cogestão do Vale do Taquari na manhã deste sábado (22). A região de Lajeado no programa de Distanciamento Controlado (R29 e R30) formalizou, na quinta-feira (20), o envio da proposta de cogestão ao sistema de bandeiras do Governo do Rio Grande do Sul. Intitulado “Plano Estruturado de Prevenção e Enfrentamento à Epidemia do Novo Coronavírus (Covid-19)” o documento de 32 páginas estabelece flexibilizações em relação à bandeira vermelha. O documento foi encaminhado pela Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat). A medida tem vigor daqui pra frente no Distanciamento Controlado, mesmo que o Vale seja classificado outras vezes como alto risco de contaminação de Covid-19.

Com a divulgação do plano no site do Governo do RS, mesmo tendo sido classificada como bandeira vermelha no mapa preliminar do Estado nesta sexta-feira (21), a região poderá seguir, praticamente com as mesmas restrições da última semana. O comércio permanecerá aberto e restaurantes e afins continuarão podendo atender até as 23h. A medida Vale para 36 dos 37 municípios da região de Lajeado, uma vez que Canudos do Vale não assinou o protocolo.

A região conseguiu a flexibilização de quatro dos 11 indicadores do Distanciamento Controlado: protocolo de laranja na administração pública, permitindo o funcionamento; manutenção do teto de operação em vermelho para alojamento e alimentação, com alteração no modo de atendimento de restaurantes, lanchonetes e lancherias, liberando o presencial restrito das 7h às 23h; o comércio, atender integralmente em bandeira laranja; e aos serviços, adotar integralmente com regras da bandeira laranja.

Foto: Natalia Ribeiro

A região de Lajeado é a oitava do estado a ter aprovada a cogestão (gestão compartilhada) do modelo de Distanciamento Controlado do RS.  As demais regiões que já têm cogestão são: Canoas, Taquara, Novo Hamburgo, Pelotas, Passo Fundo, Palmeira das Missões, Porto Alegre e Capão da Canoa.

Recurso

Mesmo com a aprovação da cogestão, a Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) encaminhará, neste sábado, um recurso ao governo do estado para reverter a classificação de bandeira vermelha. Como a gestão compartilhada flexibiliza apenas quatro dos 11 indicadores,  o objetivo é fazer com que nenhuma área tenha prejuízos. As autoridades regionais não concordam com a classificação dada para o Vale, principalmente por ter baixa ocupação hospitalar.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui