Governo inclui pessoas com HIV em grupo prioritário da vacinação

No total, as listas de prioridade, ainda sem esta mudança, somam cerca de 77,3 milhões de indivíduos


0
Foto: Ilustrativa

O Ministério da Saúde inseriu nesta segunda-feira (29) pessoas vivendo com o HIV, de 18 a 59 anos, na lista de priorização da vacinação contra a covid-19. Segundo nota técnica, a indicação é imunizar o grupo após encerrar a vacinação de pessoas de 60 a 64 anos.

A pasta afirma que a intenção é “reduzir o impacto da pandemia nesse grupo, especialmente em relação ao risco de hospitalização e óbito, e respeitar o conceito de equidade do SUS (Sistema Único de Saúde)”.

O ministério também diz que a medida segue “novas evidências científicas” que apontam riscos de “desfechos negativos da covid-19” neste grupo. As pessoas que vivem com HIV devem receber as doses na mesma etapa em que serão contemplados quem apresenta comorbidades, como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares. Trata-se do maior grupo de risco do plano de imunização, com cerca de 18 milhões de pessoas.

Na nota técnica, a Saúde não estima quantas pessoas devem entrar neste grupo após a atualização do plano de vacinação. No total, as listas de prioridade, ainda sem esta mudança, somam cerca de 77,3 milhões de indivíduos.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui