”Grande clássico do futebol brasileiro”, diz Renato sobre partida pela Libertadores

O elenco se reapresenta nessa segunda-feira (7), visando o confronto contra o Santos, pelas quartas de final da Copa Libertadores.


0
Foto: Lucas Uebel / Divulgação

Com vitória larga, o Grêmio aplicou 4 a 0 no Vasco, neste domingo (6), na Arena. Consagrando uma sequência de 16 jogos sem derrota, o Tricolor desfilou nos gramados da sua casa com jogadores poupados e rotação em quase todos os setores da equipe. Após a vitória, o técnico Renato Portaluppi concedeu uma entrevista coletiva e ressaltou a boa atuação do time.

Já questionado inicialmente sobre a sua satisfação com o rendimento da equipe, Renato respondeu: ”A gente nunca acha que tá 100%, sempre falta alguma coisa. Não é porque vencemos o jogo que eu não tenha notado algo que não possa corrigir. Mas, a partida foi muito boa para gente, mais uma vez não deixamos o adversário jogar.”

”Pressionamos bastante o Vasco na sua área de defesa, não dando espaço para eles jogarem. Tivemos várias oportunidades, conseguimos hoje fazer 4 gols, valorizando a posse de bola, com objetividade. E rodando o grupo, que é importante, descansando alguns jogadores. Todos tem ajudado muito.”, destacou. O principal descanso foi do meia Jean Pyerre, a peça fundamental nas últimas partidas da equipe gremista. O jogador levou uma pancada na partida contra o Guaraní, pelas oitavas de final da Libertadores. Não teve lesão confirmada, entretanto, ficou apenas no banco de reservas.

Disputando simultaneamente as três principais competições, Renato não descartou a briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Com a vitória sobre o Vasco, o Grêmio chegou aos 40 pontos e assumiu a 4° posição da tabela, na zona de classificação para Copa Libertadores 2021. ”Nunca saiu da minha cabeça. Nunca saiu da cabeça do nosso grupo, de ninguém aqui do clube. Os apressadinhos como sempre, na quinta, sexta rodada, já falavam que o Grêmio estava fora do Brasileiro, aquela ladainha. Aqui dentro sempre continuamos o trabalho, independente da competição. Se vamos ganhar alguma? Não sei, mas estamos nas três. Grêmio e Palmeiras.”

Visando o confronto contra o Santos, pelas quartas de final da Copa Libertadores, que acontece na próxima quarta-feira (9), o time que se forma ainda tem dúvidas na zaga. O zagueiro Kannemann, que estava na seleção argentina, retornou e teve problemas musculares, ainda faz trabalhos de recuperação física e não tem presença confirmada na disputa. ”Temos um grupo, e pedi para que ninguém desse informações sobre Kannemann, sobre Jean Pyerre, sobre ninguém. Nesse momento, quanto menor as armas que você der para o seu adversário, melhor.”

A última derrota gremista foi justamente contra seu próximo adversário. O 2×1 sofrido contra o Santos, no dia 11 de outubro, na Vila Belmiro é uma preocupação para quarta-feira (9). No entanto, a sequência de 16 jogos de invencibilidade ajuda na confiança da equipe gremista, sem pensar na derrota de quase 2 meses atrás.

”A nossa responsabilidade ela é diária, tanto nos treinamentos quanto nos jogos. Trabalhamos sempre para ganhar e conquistar. O último encontro contra o Santos eles nós venceram, com alguns lances bem interessantes. Mas passou, o importante é pensar daqui pra frente, aonde temos mais 90 minutos de uma decisão, depois mias 90 lá em São Paulo. Nós respeitamos muito o Santos, assim como tenho certeza que o Santos respeita muito o Grêmio também. É um grande clássico do futebol brasileiro. Com certeza não vamos encontrar facilidades.”, completou o treinador.

O Grêmio se reapresenta nessa segunda-feira (7), no CT Luiz Carvalho. Com foco total no Santos, o técnico Renato Portaluppi terá 2 dias de treinamentos para montar o time que enfrentará a equipe santista. Grêmio x Santos acontece na próxima quarta-feira (9), na Arena, às 19h15.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui