Grêmio recebe Universidad Católica e tenta não repetir erros de derrota no Chile

Geromel e Kannemann, diagnosticados com Covd-19 estão fora da partida.


0
Foto: Lucas Uebel / Divulgação

O Grêmio ficou em situação extremamente delicada na Libertadores após perder da Universidad Católica, no Chile. Renasceu ao ganhar do Internacional, fora de casa, e nesta terça-feira (29) pode até se garantir nas oitavas de final. O técnico Renato Gaúcho usou muito os erros apresentados pelo time naquele jogo para mostrar qual caminho a seguir esta noite, às 19h15, na Arena Grêmio. No duelo com os chilenos, classificado como “complicado”, a meta é não desperdiçar pontos.

Fazer valer o mando de campo e ganhar deixará o Grêmio praticamente classificado. Desde que o Inter tire pontos na visita ao América de Cali, em jogo logo após o confronto de Porto Alegre. Ou seja: além de ganhar, terá de ficar na expectativa pelo resultado do grande rival.

Sem Lucas Silva, suspenso, Robinho deve formar o trio de marcadores no meio com Darlan e Matheus Henrique, o que dá mais liberdade para Alisson encostar em Pepê e Diego Souza na frente.

Isso caso o treinador não ouse, com o retorno de Jean Pyerre, recuperado de lesão. Maicon também está à disposição. Na defesa, Geromel e Kannemann, diagnosticados com Covd-19 estão fora da partida.

Do outro lado, o Grêmio encontrará um rival que segue em bom momento. Mesmo com o empate com o Éverton, fora de casa, no fim de semana, o Universidad Católica continua na liderança do Campeonato Chileno. Tem cinco de vantagem sobre o Unión La Calera e deve desembarcar em Porto Alegre com a confiança em alta.

Fonte: Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui