Grêmio tenta ampliar boa fase contra o Santos pela Libertadores

São os primeiros 90 minutos de um clássico do futebol brasileiro no qual apenas um continuará na competição. 


0
Foto: Lucas Uebel / Divulgação

Abrir vantagem, de preferência sem levar gols. O Grêmio inicia na noite desta quarta-feira, às 19h15, na Arena, o confronto diante do Santos pelas quartas de final da Libertadores da América. São os primeiros 90 minutos de um clássico do futebol brasileiro no qual apenas um continuará na competição.

O Tricolor está no seu melhor momento na temporada e chega com a moral elevada por conta dos 16 jogos de invencibilidade. O time reencontrou o bom futebol e as atuações recentes elevaram a confiança. “O mais importante é termos dado essa volta por cima, realmente não estávamos apresentando um bom futebol. Mas precisamos ter os pés no chão, pois ainda tem muita coisa pela frente”, destaca o volante Maicon.

Como é de costume em partidas desse tamanho, o mistério faz parte da estratégia. Renato Portaluppi levará ao menos uma dúvida até o momento do anúncio da escalação. Jean Pyerre, preservado na vitória sobre o Vasco, não tem presença garantida, mas a tendência é que esteja em campo. O zagueiro Kannemann, que não atua há mais de um mês pelo Grêmio, retorna para formar a dupla com Geromel. A zaga titular será importante, já que na Libertadores há saldo qualificado e não sofrer gols em casa pode fazer a diferença.

“Temos que ter muita concentração e foco neste primeiro jogo para não tomar gols e conquistar um bom resultado”, afirma Maicon. Na extrema direita, Luiz Fernando, recuperado de um desconforto muscular, deve retomar a titularidade, mesmo que Ferreira tenha ido bem nas últimas oportunidades recebidas. Diego Souza, o artilheiro do time, está confirmado.

Grêmio

Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon, Luiz Fernando, Jean Pyerre (Piñares) e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi.

Santos

John; Pará, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Soteldo; Marinho, Kaio Jorge e Lucas Braga. Técnico: Cuca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui