Helena Bonacina, ex-primeira dama de Pouso Novo, é a segunda vítima da Covid-19 no município

Ela foi secretária da saúde e também esposa de Ângelo Bonacina, falecido pela doença na semana passada.


0
Foto: Reprodução / Facebook

O município de Pouso Novo perdeu mais uma das suas figuras tradicionais e públicas para a Covid-19. Na noite deste sábado (15) faleceu, no Hospital Bruno Born (HBB), em Lajeado, Helena Baiocco Bonacina, aos 83 anos. Conforme a Prefeitura ela foi Secretária da Saúde no primeiro mandato do seu esposo como prefeito, Ângelo Bonacina, também falecido pela doença. Não há informações de comorbidades na paciente.

A morte do ex-prefeito ocorreu no sábado anterior, 8 de agosto, e da ex-primeira dama neste sábado. A administração lamenta o ocorrido. São os dois falecimentos pela doença até então no município, que tem cerca de 1,6 mil habitantes. A vice-prefeita Liane Parise Nardino foi procurada pela reportagem. Ela disse que se tratava de ”uma grande mulher muito dedicada à comunidade ao lado do seu Ângelo. Pouso Novo perde duas pessoas de grande valor”.

O ex-prefeito participou do comitê de emancipação do município. O lugar começou a ser habitado por imigrantes italianos. As primeiras famílias foram Bianchini, Mariani, Paludo, Bonacina, Lizzi, Bortolin, Cella, Baiocco, Guerra e outras. Entre elas estava a Bonacina, portanto. Pouso Novo tornou-se 3º Distrito de Arroio do Meio em 6 de dezembro de 1937 pela Lei 42/1937, emancipando-se em 29 de abril de 1988 pela Lei 8581/1988 e instalando-se em 1 de janeiro de 1989.

Agora são 81 mortes por Covid-19 em 16 cidades do Vale do Taquari. O município com maior número de mortes é Lajeado, com 30, seguido de  Teutônia (nove), Encantado (seis), Cruzeiro do Sul (cinco), Estrela (cinco), Paverama (quatro), Taquari (quatro), Roca Sales (quatro), Arvorezinha (três), Bom Retiro do Sul (três), Muçum (dois), Pouso Novo (dois), Fazenda Vilanova (um), Travesseiro (um), Vespasiano Corrêa (um) e Marques de Souza (um). Dessas, uma morte ainda não estão confirmada pelo Estado. Se trata do caso mais recente, da ex-primeira dama de Pouso Novo.

Texto: Natalia Ribeiro
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui