Higienização das máscaras de pano é imprescindível para manter a proteção

Lavar as mãos com frequência e respeitar o isolamento social são fundamentais.


0
Foto: Nicole Morás / Divulgação

Utilizar máscaras de pano para sair de casa tornou-se uma ordem importante no combate à proliferação da Covid-19. Depois de usá-las, é necessário fazer a higienização correta das máscaras para que sejam retirados os microrganismos, como os vírus, que podem ficar aderidos ao tecido, sujeiras e as secreções.

Além disso, com pouco tempo de uso, devido à respiração e à fala, o tecido umedece, o que faz com que perca a proteção, facilitando a passagem de microrganismos. Além da lavagem adequada, a secagem completa da máscara é igualmente importante.

Segundo o Ministério da Saúde, o jeito certo de fazer a higienização consiste em deixar a máscara imersa em recipiente com água potável e água sanitária (2,0 a 2,5%) por 30 minutos, correspondendo a cerca de 2 colheres de chá de água sanitária em meio litro de água. Após, as máscaras devem ser enxaguadas, lavadas com água e sabão, secadas, passadas a ferro e acondicionadas em saco plástico limpo. “Não esquecendo que, após lavar a máscara, a pessoa deve lavar as mãos com água e sabão.” “De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), reutilizar uma máscara não higienizada pode fazer você se contaminar. Por isso, é preciso higienizar a máscara e as mãos, antes e após tocá-la”, alerta a doutora em Ciências Médicas e professora da Univates Daiane Heidrich.

Não há um tempo definido para permanecer com a máscara, desde que ela ainda esteja seca. O uso deve ser individual, não podendo compartilhar a máscara de pano. Ainda assim, lavar as mãos frequentemente continua sendo um dos maiores aliados para não se contaminar. A utilização de máscaras caseiras é mais uma intervenção implementada para interromper o ciclo da Covid-19 em conjunto com as demais medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde, como o distanciamento social, a etiqueta respiratória e higienização das mãos.

Foto: Nicole Morás / Divulgação

A professora Daiane lembra ainda que a máscara deve ficar ajustada ao rosto, evitando a passagem de partículas virais pelas suas laterais. Além disso, ao colocar e retirar a máscara, as mãos devem estar higienizadas para evitar a contaminação nesses momentos. Ao chegar em casa e com as mãos limpas, coloque a máscara diretamente de molho na água com sabão ou água sanitária, evitando a exposição de superfícies de sua casa ao vírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui