Hospital Bruno Born volta a aumentar número de leitos de UTI Covid para 18

Na tarde desta terça-feira, todos estavam ocupados; cinco pacientes são de fora do Vale


0
Foto: Reprodução / Arquivo / HBB

Pouco mais de 50 dias depois de reduzir para dez o número de leitos de UTI Covid, o Hospital Bruno Born, de Lajeado, voltou a aumentar para 18 espaços destinados para pacientes que necessitem de tratamento intensivo e que estejam com suspeita ou confirmação de coronavírus. Às 12h desta terça-feira, todos os 18 leitos estavam ocupados, sendo 17 pessoas com confirmação da doença e uma com suspeita. Dessas, 13 residem no Vale do Taquari e cinco são de outras regiões (confira mais detalhes abaixo).

Desde 15 de abril o HBB disponibilizava, em sua ala Covid, dez leitos de UTI, 20 de internação e cinco de observação, totalizando 35 leitos. Com o atual aumento são 43 leitos disponíveis. A reportagem da Rádio Independente busca informações com o HBB para saber se estão previstos novos aumentos de oferta de leitos. Nesta terça, eram 44 pessoas internadas (102,3%) – 18 na UTI (100%), 23 na internação (115%) e três na observação (60%). A média de idade dos internados é de 50 anos.

Em 4 de maio do ano passado, o espaço recebeu 18 leitos de UTI Covid e em março deste ano, período mais crítico até aqui, o HBB, que atingiu o risco 5 (máximo dentro do plano de contingência da Covid-19), chegou a ter 27 leitos de UTI e nove pacientes em espera.

Foto: Reprodução / Site HBB

Confira a procedência dos internados no setor Covid do HBB na tarde desta terça-feira:

Foto: Reprodução / Site HBB

Relembre

No dia 25 de fevereiro, o HBB entrou na fase de risco 5, a última do plano de contingência, chegou ao limite de 27 leitos de UTI Covid, e passou a ter pacientes em espera por leitos de UTI. No primeiro dia, já eram quatro pessoas na fila. Depois de 25 dias, em 24 de março, a casa hospitalar deixou de ter pacientes em espera por leito de UTI e um dia depois o hospital diminuiu o número de leitos de UTI Covid de 27 para 22 e anunciou que retomaria as cirurgias mais urgentes.

No dia 25 de fevereiro, o HBB entrou na fase de risco 5, a última do plano de contingência, chegou ao limite de 27 leitos de UTI Covid, e passou a ter pacientes em espera por leitos de UTI. No primeiro dia, já eram quatro pessoas na fila. Depois de 25 dias, em 24 de março, a casa hospitalar deixou de ter pacientes em espera por leito de UTI e um dia depois o hospital diminuiu o número de leitos de UTI Covid de 27 para 22 e anunciou que retomaria as cirurgias mais urgentes. No dia 6 de abril, o Hospital Bruno Born desativou UTI Intermediária pós-Covid.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui