Hospital de Clínicas identifica surtos de Covid-19 em unidade de internação e em creche

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
HCPA divulgou um comunicado sobre os surtos identificados na instituição (Foto: Hospital de Clínicas/Divulgação)

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) anunciou que foram identificados dois surtos de Covid-19 em pontos distintos da instituição: de Internação, do 7º andar Ala Norte e na creche mantida pelo Clínicas. Por ora, todas as consultas e procedimentos agendados no hospital foram mantidos.

Segundo o HCPA, seis pacientes e quatro funcionários da unidade de internação foram diagnosticados com a Covid-19, sendo que o último teve o resultado positivo em 27 de agosto. Entre os pacientes, uma já estava internada com quadro grave por doença crônica, e acabou falecendo. Outro foi transferido para o CTI, mas não necessita de ventilação mecânica. A situação dele é estável. Os funcionários apresentaram apenas sintomas leves e seguem afastados e monitorados pelo Serviço de Medicina Ocupacional (SMO).

Creche

De acordo com o HCPA, quatro trabalhadoras da creche e duas funcionárias de outras áreas (mães de alunos da turma afetada) também foram diagnosticadas com Covid-19, entre os dias 26 e 28 de agosto. Todos os casos apresentam apenas sintomas leves e seguem monitorados. Seguindo os protocolos da Vigilância, a turma onde o surto ocorreu foi fechada e nenhuma nova infecção foi identificada desde o último dia 28. Fonte: Correio do Povo

Quarta-feira com 27 óbitos e 1.403 novos casos de covid no RS

O Rio Grande do Sul registra nesta quarta (1º), 28 óbitos e 1.403 novos casos de covid. Agora, o Estado chega a um total de 1.409.665 casos confirmados. Desses, 1.368.085 são considerados recuperados (97%); em acompanhamento, 7.260 casos ativos (0,5%); e 34.227 morreram em decorrência do coronavírus (2,4%). Às 17h30 desta quarta-feira (1º), 57,6% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 1.925 pacientes para 3.340 leitos disponíveis. RC

Com vacinação, RS tem menor número de casos de Covid-19 e óbitos desde junho de 2020

O Rio Grande do Sul registrou em agosto 697 óbitos relacionados à Covid-19, o menor número desde junho do ano passado, quando houve 440 mortes. Na comparação com julho, quando ocorreram 1.677, foram quase mil mortes a menos no Estado, um recuo de 59%. Ainda que possam sofrer alterações devido às atualizações no sistema estadual, os números demonstram a eficiência da vacinação contra a doença. Até terça-feira (31), o Estado vacinou 7,62 milhões de pessoas com a primeira dose e 3,84 milhões com a segunda dose. Como resultado, o número de óbitos em agosto é o quinto menor desde o início da pandemia, em março de 2020. Apenas nos quatro primeiros meses ficou abaixo do patamar atual. Também o número de casos registrados no mês (26.490) é o menor desde junho do ano passado (22.330). Fonte: Governo RS

Saúde não garantirá doses para estados que descumprirem PNI

Em nota oficial publicada nesta quarta-feira (1º), o Ministério da Saúde advertiu que não garantirá doses para os estados e municípios que definem seus próprios esquemas vacinais e não seguem o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO) contra a Covid-19. Planos voltados para imunizar adolescentes e dose de reforço são pontos de divergência entre Ministério da Saúde e unidades da Federação. A pasta ressalta que as decisões sobre a aplicação das doses de reforço, redução de intervalo entre as doses, intercambialidade de vacinas, vacinação de gestantes e adolescentes, entre outras, são baseadas em evidências científicas. “Essas alterações nas recomendações do PNO podem influenciar a segurança e eficácia das vacinas na população e podem ainda acarretar a falta de doses do Plano Nacional de Vacinação para completar o esquema vacinal na população brasileira”, alerta nota emitida pelo MS. Fonte: R7

Balança comercial tem melhor saldo da história para meses de agosto

Beneficiada pela safra de diversos grãos e pela valorização de minérios, a balança comercial registrou o melhor saldo da história para meses de agosto, desde o início da série histórica, em 1989. No mês passado, o país exportou US$ 7,665 bilhões a mais do que importou. O saldo é 31,7% maior que em agosto de 2020. No último mês, as exportações somaram US$ 27,212 bilhões, alta de 49,2% sobre agosto de 2020 pelo critério da média diária. As exportações bateram recorde histórico para todos os meses desde o início da série histórica, em 1989. As importações totalizaram US$ 19,547 bilhões, alta de 34,4% na mesma comparação. Além da alta no preço das commodities, as exportações também subiram por causa da base de comparação. Em agosto de 2020, no início da pandemia de covid-19, as exportações tinham caído por causa das medidas de restrição social. O volume de mercadorias embarcadas, segundo o Ministério da Economia, aumentou 8,7%, enquanto os preços subiram, em média, 41,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Com o resultado de agosto, a balança comercial acumula superávit de US$ 52,033 bilhões nos oito primeiros meses do ano. O resultado é 45,7% maior que o dos mesmos meses de 2020 e também é o maior da série histórica para o período.

Odacir Klein é o novo presidente do Badesul

O governador Eduardo Leite empossou, nesta quarta-feira (1°), o ex-presidente do Banrisul e do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) Odacir Klein como novo presidente do Badesul – Agência de Fomento. Klein também foi ministro dos Transportes, presidente do Banco do Brasil, secretário estadual da Agricultura, deputado federal e prefeito de Getúlio Vargas., Ele assumiu o cargo no lugar de Jeanette Lontra. Fonte: O Sul

Balança comercial tem melhor saldo da história para meses de agosto

Beneficiada pela safra de diversos grãos e pela valorização de minérios, a balança comercial registrou o melhor saldo da história para meses de agosto, desde o início da série histórica, em 1989. No mês passado, o país exportou US$ 7,665 bilhões a mais do que importou. O saldo é 31,7% maior que em agosto de 2020. No último mês, as exportações somaram US$ 27,212 bilhões, alta de 49,2% sobre agosto de 2020 pelo critério da média diária. As exportações bateram recorde histórico para todos os meses desde o início da série histórica, em 1989. As importações totalizaram US$ 19,547 bilhões, alta de 34,4% na mesma comparação.

Além da alta no preço das commodities, as exportações também subiram por causa da base de comparação. Em agosto de 2020, no início da pandemia de covid-19, as exportações tinham caído por causa das medidas de restrição social. O volume de mercadorias embarcadas, segundo o Ministério da Economia, aumentou 8,7%, enquanto os preços subiram, em média, 41,7% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Com o resultado de agosto, a balança comercial acumula superávit de US$ 52,033 bilhões nos oito primeiros meses do ano. O resultado é 45,7% maior que o dos mesmos meses de 2020 e também é o maior da série histórica para o período. Fonte: Agência Brasil

À CPI, motoboy diz que ‘andava constantemente’ no ministério

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, o motoboy Ivanildo Gonçalves, funcionário da empresa de logística VTCLog, alvo da comissão, disse que esteve várias vezes no Ministério da Saúde. A empresa tem diversos contratos com o ministério e outras pastas do governo federal, a maioria firmados com a Saúde, inclusive no período em que o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), era ministro. O motoboy afirmou que nunca fez transferências, tampouco entregou dinheiro em mãos a ninguém. Gonçalves, porém, disse ter entregado um pendrive neste ano, no quarto andar do ministério – o mesmo onde funciona o Departamento de Logística (DLOG). O motoboy foi convocado depois que foi revelado um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostrando que ele fez saques milionários em contas da VTCLog. Ivanildo explicou aos senadores que fazia saques em contas da empresa e realizava pagamentos de boletos em seguida. O restante do dinheiro, ele levava de volta à empresa, onde trabalha desde 2009. Segundo ele, o maior valor que já sacou foi de pouco mais de R$ 400 mil. No Ministério da Saúde, o DLOG era chefiado pelo ex-diretor Roberto Dias, alvo da comissão depois que foi denunciado após suposto pedido de propina feito por ele de US$ 1 por dose de vacina contra a Covid-19. Os senadores suspeitam que Dias atuava em um esquema no ministério. Ivanildo Gonçalves negou conhecer Roberto Dias. Fonte: R7

Economia brasileira recua 0,1% no 2º trimestre, aponta IBGE

Após crescer 1,2% no primeiro trimestre e se recuperar das perdas causadas pela pandemia do novo coronavírus, a economia brasileira se estabilizou e recuou 0,1% entre abril e junho, na comparação com os três meses anteriores. O resultado interrompe a série de três variações trimestrais positivas seguidas do PIB (Produto Interno Bruto) — soma dos bens e serviços produzidos no Brasil — brasileiro, de acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira (1º) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Apesar da variação negativa, o desempenho da economia se manteve acima do patamar pré-pandemia. Fonte: R7

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui