Hospital Estrela pede que a população somente busque a Emergência em casos realmente graves

Aumento da demanda exige medidas urgentes como o remanejamento de leitos de UTI e reforço médico


0
Foto: Arquivo

Tendo em vista o aumento da procura pelos serviços de atendimento à Covid-19, o Hospital Estrela, do município de Estrela, no Vale do Taquari, apela à população para que somente busque a Emergência nos casos graves de sintomas respiratórios relacionados à Covid-19, bem como aqueles referentes a outras patologias.

O Comitê de Enfrentamento de Crise do Hospital Estrela (HE) está reavaliando, diariamente, o cenário da pandemia na região e na instituição, considerando ser este o mais complicado momento em atendimentos Covid.

A UTI Covid está com ocupação máxima, o que exigiu medidas urgentes do comitê. Três leitos da Unidade de Tratamento Intensiva não Covid estão sendo isolados para atenderem pacientes Covid, entrando em operação nesta sexta-feira (19). O Hospital Estrela conta com 20 leitos de UTI. Por volta das 23h desta sexta-feira (19), conforme dados do site da Secretaria Estadual da Saúde, 18 leitos estavam ocupados, sendo dez com pacientes confirmados para Covid; dois casos suspeitos e seis deles não Covid.

Haverá reforço médico no Pronto Atendimento Covid da próxima segunda-feira (22). Já a realização de cirurgias será restrita apenas para casos de urgência e de situações graves.

O Comitê de Enfrentamento de Crise do HE poderá emitir novas orientações a qualquer momento. E reitera o pedido para que a comunidade seja sensível neste momento de grandes dificuldades, evitando procurar o setor de Emergência, salvo em casos graves, a fim de garantir o acesso dos pacientes em situações de urgência e de situações graves.

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui