Hospital São Sebastião Mártir, de Venâncio Aires, encaminha tratativas para ser referência em UTI Pediátrica para os vales

O administrador da casa de saúde, Luís Fernando Siqueira, estima que há de 70 a 75% de chances de a ideia ser concretizada


0
Foto: Tiago Silva

O Hospital São Sebastião Mártir, de Venâncio Aires, busca viabilizar a implantação de uma UTI Pediátrica, que deve ser referência para os vales do Taquari e Rio Pardo. O administrador da casa de saúde, Luís Fernando Siqueira, estima que há de 70 a 75% de chances de a ideia ser concretizada. A unidade de tratamento intensivo, que atenderia crianças a partir dos 29 dias até a idade limite de 13 anos, teria dez leitos.

O Hospital Bruno Born, em Lajeado, que teve o seu espaço fechado nesta quarta-feira (30), tinha quatro leitos, e o Hospital Santa Cruz, dois. Os dois municípios permaneceriam apenas com as suas UTIs neonatais, para bebês com até 28 dias.


ouça a entrevista

 


Nesta sexta-feira (2) pela manhã deve ocorrer uma reunião na sede da 13ª Coordenadoria Regional de Saúde (13ª CRS), em Santa Cruz do Sul. No encontro deve ser apresentado um orçamento estimado para a UTI Pediátrica em Venâncio Aires, na ordem de aproximadamente R$ 3,6 milhões para a edificação e um custo mensal de R$ 350 mil.

Para a próxima semana está prevista também uma reunião com a Secretaria Estadual da Saúde, e possivelmente com a presença do governador Eduardo Leite, para bater o martelo. Segundo Siqueira, todas as partes envolvidas no processo estariam interessadas. A questão seria ver a contrapartida do Governo do Estado.

O administrador do Hospital São Sebastião Mártir tem a expectativa de que os trâmites sejam alinhados em cerca de um mês e, a partir de então, possa ser iniciada a construção da UTI Pediátrica. Se o cronograma que Siqueira trabalha se concretizar, as obras seriam concluídas em aproximadamente 6 meses.

LEIA TAMBÉM:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui