ICMS: mesmo com arrecadação menor, Leite descarta manter majoração

O modelo foi renovado no final de 2018, a pedido de Leite, então governador eleito. Na ocasião, foi definido um limite de cobranças até o final de 2020.


0
Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, falou da queda de arrecadação de impostos no Estado em entrevista à Rádio Guaíba, nesta sexta-feira (01). O baque mais significativo é no ICMS.

Segundo a Receita Estadual, o recolhimento do imposto sofreu perda de R$ 588 milhões em abril. No mês de maio, o impacto deve ser maior. Estimativas dos técnicos da Secretaria da Fazenda apontam para perdas de R$ 900 milhões.

Mesmo com previsão de crise, Eduardo Leite disse não pretender manter a política de majoração das alíquotas do ICMS. Desde 2016, no governo de José Ivo Sartori, os gaúchos pagam taxas mais altas sobre mercadorias e serviços.

O modelo foi renovado no final de 2018, a pedido de Leite, então governador eleito. Na ocasião, foi definido um limite de cobranças até o final de 2020.

Fonte: Rádio Guaíba

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui