A Polícia Civil de Garibaldi chegou a autoria de um atropelamento que ocorreu na madrugada do último domingo (7), em Boa Vista do Sul. Conforme o delegado Clóvis Rodrigues de Souza, o motorista fugiu do local sem prestar socorro.

Luiz Renato Moch (45), participava do desafio de Audax 300 km, quando foi atropelado e não resistiu aos ferimentos. Seu corpo foi sepultado na manhã de segunda (8), no cemitério de Camaquã. De acordo com o delegado, o motorista Samuel Lumi (24), se apresentou à polícia e disse que avistou a turma de ciclistas, tentou desviar, mas acabou atingindo Moch.

Ele também falou que no momento se assustou e, com medo de ser agredido, acabou fugindo. Outras duas pessoas ocupavam o veículo e também foram identificadas. O jovem é de Carlos Barbosa.

O veículo, um Gol, de Boa Vista do Sul, foi localizado em um sítio, no interior de Carlos Barbosa. O rapaz não tem antecedentes e responderá em liberdade ao inquérito policial que investigará se foi homicídio culposo ou doloso. A omissão no socorro já se constitui em crime. MS/Rádio Garibaldi

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui