Idosa de 80 anos, moradora de São Paulo, vence covid e salta de paraquedas para comemorar

A idosa foi intubada duas vezes e saiu do hospital muito debilitada. Mas hoje, quem vê a energia e disposição dela não imagina como foi essa luta. Até o instrutor se emocionou


0
Dona Mari ficou 33 dias internada no ano passado por causa da doença. (Foto: Arquivo Pessoal)

A moradora de São Paulo, Marina Tikhomiroff, escolheu celebrar o aniversário de 80 anos de um jeito inusitado: saltando de paraquedas!

O salto é especial para comemorar a nova vida após vencer a Covid. Dona Marina ficou 33 dias internada no ano passado por causa da doença.

A idosa foi intubada duas vezes e saiu do hospital muito debilitada. Marina contou que não conseguia nem ficar de pé. “Não tinha mais músculos e achei que não voltaria a andar”, disse a idosa.

A moradora de São Paulo, Marina Tikhomiroff, escolheu celebrar o aniversário de 80 anos de um jeito inusitado: saltando de paraquedas!

O salto é especial para comemorar a nova vida após vencer a Covid. Dona Mari a ficou 33 dias internada no ano passado por causa da doença.

A idosa foi intubada duas vezes e saiu do hospital muito debiliatada. Marina contou que não conseguia nem ficar de pé. “Não tinha mais músculos e achei que não voltaria a andar”, disse a idosa.

Mas hoje, quem vê a energia e disposição dela não imagina como foi essa luta contra a Covid. Até o instrutor se emocionou.

“É sempre uma emoção muito grande. E o que nos gratifica neste esporte é poder proporcionar um momento desse, né? Tenho certeza que é um momento único a vida dela”, comentou o instrutor de paraquedismo Fábio Pombo.

Dia inesquecível

Apesar das complicações no ano passado e da idade dela, a filha da idosa contou que os médicos autorizaram o salto de paraquedas.

Então, Marina e a filha de 53 anos viajaram até Boituva (SP) para o grande salto! Elas percorreram 120 km.

Com tudo pronto, mãe e filha entraram no avião e, a 3.600 de altura, Marina realizou o sonho de saltar de paraquedas com um sorriso no rosto.

Durante os cinco minutos de voo, a idosa ainda acenou, mandou beijos e curtiu a adrenalina.

Fonte: Só Notícia Boa/Com informações de Todo Dia

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui