Implantação das lavouras de milho inicia neste mês e cigarrinha ainda preocupa produtores

Embora a praga já seja conhecida há muitos anos, nos últimos meses é que começou a trazer prejuízos em grande escala para a região


0
Engenheiro agrônomo da Emater/Ascar, Álvaro Trierweiler (Foto: Rádio do Vale)

A implantação das lavouras de milho já está em andamento no Vale do Taquari, embora agosto e setembro sejam os meses que tradicionalmente conhecido o início do plantio. No mês de julho, na região baixa do Vale do Taquari, alguns produtores já iniciaram os trabalhos. Segundo o engenheiro agrônomo da Emater/Ascar, Álvaro Trierweiler, em relação ao plano safra, os produtores costumam plantar em maior escala o milho para silagem, em comparação com o milho em grãos.

Ele ressalta ainda que o calor é fundamental para os plantios do milho para silagem. Já a geada é algo que já não preocupa tanto, pois na área baixa da região, como em Estrela e Lajeado, não há uma interferência tão grande na plantação.


ouça a entrevista

 


Quanto à presença da cigarrinha, é algo que, segundo o engenheiro, sempre preocupa. Porém, ressalta que o frio mesmo que não sendo tão intenso nesta época do ano sempre colabora para segurar a praga. “A cigarrinha pela primeira vez pegou a região em grande escala nos últimos dois anos, quando começou a se perder lavouras inteiras, mas já se tem conhecimento dela há muitos anos”, explica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui