Indígena é baleado e morto durante manifestação no norte do RS

Polícia acredita que conflito entre aldeias tenha motivado ataque


0
Rodovia foi bloqueada por grupo indígena em Planalto, no Norte do RS (Foto: Comunidade Indígena de Pinhalzinho/Divulgação)

A Polícia Civil investiga a morte de um indígena, de 23 anos, durante manifestação na ERS-324, em Planalto, no norte do estado. O jovem foi assassinado a tiros na noite de domingo (14). Ele foi identificado como Elizeu Pedroso e conforme a investigação, um conflito indígena entre as aldeias Bananeiras e Pinhalzinho levou à morte de Pedroso.

Seria uma divergência de cacicado, ou seja, atualmente existe um cacique para as duas aldeias, e grupos não estariam aceitando essa determinação, querem um cacique para cada aldeia.

A suspeita é que o tiro que matou Elizeu Pedroso tenha partido de dentro de um carro onde estava um grupo contrário à manifestação que reivindica dois caciques.

Um motorista que passava pelo local teve o carro alvejado pelo grupo após ser confundido com o atirador que está foragido. Ele foi baleado na perna, atendido no hospital de Rodeio Bonito e então transferido para Passo Fundo. CC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui