Indonésios que violam quarentena são trancados em ‘casa mal-assombrada’

Autoridades locais aproveitam crenças em seres sobrenaturais profundamente enraizadas no folclore do país.


0
Voluntário monta guarda em casa abandonada utilizada para prender indonésios que furam quarentena (Foto: Anwar Mustafa/AFP)

Cansada de ver moradores violarem as regras de quarentena contra o coronavírus, uma autoridade indonésia decidiu ensiná-los uma lição, trancando-os em uma “casa mal-assombrada”.

“A idéia é que, se houver uma casa vazia ou uma casa mal-assombrada em uma cidade, os infratores sejam isolados lá”, disse à AFP Kusdinar Untung Yuni Sukowati, chefe da divisão administrativa de Sragen, na ilha de Java.

Um novo decreto foi publicado em Sragen para regular o deslocamento de indonésios da capital Jacarta e de outras grandes cidades para a região. Alguns não respeitavam as regras de isolamento mesmo duas semanas após sua chegada.

As autoridades locais foram encarregadas de identificar casas abandonadas, que são consideradas assombradas, aproveitando as crenças profundamente enraizadas em seres sobrenaturais que abundam no folclore indonésio.

Cinco pessoas já foram presas nessas residências assombradas.

Na vila de Sepat, os líderes locais escolheram uma casa abandonada há muito tempo e instalaram camas separadas por cortinas e alguns móveis.

Essa vila isolou três recém-chegados, que foram forçados a passar o restante de suas duas semanas de quarentena nesse local de reputação sinistra.

Entre eles, Heri Susanto garantiu que ainda não havia visto fantasmas desde o início de sua estadia na casa assombrada.

“Mas vamos ver o que acontece a seguir”, disse ele. Essa punição “é para o bem de todos, eu aprendi a lição”, reconheceu o homem, que veio da ilha de Sumatra.

Fonte: Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui