Inflação oficial do País em setembro é a maior para o mês desde 1994

No ano, o IPCA acumula alta de 6,90%


0
Foto: Reprodução

A inflação oficial do País, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), acelerou de 0,87% em agosto para 1,16% em setembro, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (8) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Essa foi a maior taxa para setembro desde o início do Plano Real, em 1994, quando o índice chegou a 1,53%. Com o resultado, a inflação acumula alta de 10,25% em 12 meses, a maior desde fevereiro de 2016, quando ficou em 10,36%. Essa é a primeira vez em mais de cinco anos que a taxa anual atinge dois dígitos.

No ano, o IPCA acumula alta de 6,90%. Oito dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados subiram em setembro, com destaque para o grupo habitação, que passou de 0,68% em agosto para 2,56%. A inflação desse grupo foi puxada pelo aumento de 6,47% na conta de energia elétrica. Os combustíveis também voltaram a subir, puxados pelas altas da gasolina (2,32%) e do etanol (3,79%).

Além disso, o gás veicular (0,68%) e o óleo diesel (0,67%) também ficaram mais caros. O grupo alimentação e bebidas registrou alta de 1,02%. Destacam-se os aumentos nos preço das frutas (5,39%), do café moído (5,50%), do frango inteiro (4,50%) e do frango em pedaços (4,42%).

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui