Inovação vai pautar a 4ª Jornada da Alimentação da Acil


0
Foto: Divulgação

Em um momento em que a competitividade exige diferenciais e a velocidade das mudanças se acelera, a busca por inovação no setor da alimentação está diretamente relacionada ao ganho de mercado. Com o intuito de qualificar e atualizar os profissionais que atuam nas indústrias, esse será o mote da 4ª edição da Jornada Técnica do Setor Alimentício (AlimentaAção), que ocorre de 26 a 29 de abril, no Clube Tiro e Caça, em Lajeado. Composta pelo XIX Workshop em Alimentos, Seminário Segurança em Alimentos, Seminário de Carnes e Derivados e Meeting Empresarial, o evento vai abordar ainda o futuro do segmento, tendências, qualidade, saúde, rotulagem e transformação digital, entre outros.

O tema principal será pautado já na abertura da programação, na noite do dia 26, quando o engenheiro de alimentos e especialista em Administração e Governança Corporativa, Ary Bucione, ministra a palestra “Inovação – Acionando para inovar”. Com mais de 40 anos de atuação no mercado de Alimentos, o fundador da Nutriconnection: Inovação Funcional já presidiu entidades como ILSI Brasil, Associação dos Ingredientes e Aditivos (Abiam) e Associação dos Suplementos e Dietéticos (Abiad) e defende que a inovação é um dos grandes pilares da longevidade de uma empresa. Sua palestra vai instigar a tomada de ação, visto que, para ele, tudo envolve mudança de estratégia e de modelo, e qualquer ação não pode ser vista apenas como uma tática. “Se a empresa quer inovar tem que respirar o ar da inovação permanentemente, desde a sua direção até o time operacional”, afirma.

Segundo Bucione, toda mudança pode ser conduzida de várias maneiras e algumas metodologias são bem conhecidas, como o Funil de Inovação, Design Thinking e Open Innovation, mas há um ingrediente essencial para isso acontecer: vontade. “Ter vontade é uma decisão que na maioria dos casos implica em aceitar realidades que não estão no dia a dia das empresas. Ela funciona como um vetor para poder dar o primeiro passo rumo à inovação”, explica.

Ele ainda destaca que o processo de inovação pode ser resumido em quatro etapas: ideação, deliberação, decisão e ação. “As empresas deveriam tentar experimentar mais as novidades, aplicando sempre que for compatível com o seu modelo.  Mas tem que agir externamente também e ouvir mais o consumidor”. Isso porque, segundo o palestrante, “atualmente os produtos não são vendidos e sim comprados por um consumidor muito mais informado e ciente de suas vontades e preferências”.

O evento

A Jornada da Alimentação 2022 é uma promoção da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), através do Grupo Técnico em Alimentos (GTA). Simultaneamente às atrações técnicas, o Salão do Expositor vai concentrar representantes de marcas de ingredientes, aromas e soluções, máquinas e equipamentos, sustentabilidade, entre outros produtos e serviços, contribuindo para a estratégica interação dos profissionais das indústrias de alimentos com os fornecedores de ingredientes e tecnologias do setor alimentício. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui