Inovações sociais e os negócios de impacto em tempos de crise

Confira a participação da economista, professora universitária e presidente do Codevat, Cíntia Agostini, no quadro "Direto ao Ponto".


0
Cíntia Agostini (Foto: Divulgação)

Nestes tempos de crise muito se fala em inovação. Podemos inovar em produtos, em serviços, em modelos de negócios; podemos inovar na forma de fazer, de vender, de comprar, de distribuir, um produto, ou, na forma de prestar algum serviço, e assim por diante. A inovação não é algo que está distante de nós, todo dia acessamos produtos e serviços inovadores, temos ideias inovadoras, que, se colocadas em prática, podem melhorar nossa vida pessoal, podem melhorar nosso trabalho e serem implementadas como produtos ou serviços inovadores.

No entanto, mais que as inovações com as quais convivemos diariamente, nosso desafio é maior ainda quando tratamos das inovações sociais, pois se já supomos que inovação tecnológica parece tão distante de nós e que somente temos capacidade de sermos consumidores destas, imaginemos todos como juntar as inovações com as necessidades da sociedade! E isso, digo eu, é possível e necessário. As inovações sociais são novos produtos, serviços ou modelos de negócios que buscam atender as necessidades sociais.
Ou seja, as inovações sociais partem do princípio da identificação de necessidades e problemas sociais e que, a partir destes, são criadas soluções inovadoras. A questão principal é de que o empreendedor social e os chamados negócios de impacto social e ambiental têm um aspecto em comum e que faz toda a diferença, PROPÓSITO SOCIAL E AMBIENTAL.


ouça o comentário

 


 

Assim, as inovações sociais e os negócios de impacto têm propósito e esse é um dos principais aspectos a serem tratados em épocas de crise. Fazer parte de algo maior que você e a sua empresa, participar de um movimento que tem propósito e atenda pessoas que estão fora dos principais nichos de consumo, criar alternativas para grandes problemas globais que atingem muitas pessoas que não possuem condições mínimas de vida e subsistência, criar soluções em períodos de pandemia como o atual, está movendo e deve mover muitos empreendedores.

Eu não tenho dúvidas que ótimos negócios podem surgir com essa perspectiva, nos desafiando olhar com cautela para os problemas sociais e ambientais e a partir destes, propor negócios de impacto, só assim podemos criar soluções inovadoras para problemas que nos afligem a muito tempo. Por isso, inovar é preciso e as inovações sociais e os negócios de impacto são essenciais em tempos de crise!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui