INSS pretende economizar R$ 10 bilhões este ano com sua operação contra fraudes

Medidas ocorrerão para melhorar o atendimento e não sobrecarregar o sistema


0
Foto: Arquivo/Reprodução

O presidente do INSS, Alessandro Stefanuto, anunciou que vai acontecer um pente-fino que pretende fazer o Instituto economizar cerca de R$ 10 bilhões neste ano. O procedimento é muito importante para identificar fraudes e irregularidades nos pagamentos e, dessa forma, “cortar” aqueles que recebem de forma indevida.

Programas como o BPC (Benefício de Prestação Continuada) e o auxílio-doença estão na mira do ministério. O seguro defeso, programa que beneficia pescadores artesanais, também deve ser fiscalizado.

De acordo com o presidente, também, haverá a expansão do Atestmed, que permite obter auxílio-doença em afastamentos de até 180 dias, sem necessidade de perícia. Além disso, deve haver a nomeação de servidores concursados. Todas essas medidas ocorrerão para melhorar o atendimento e não sobrecarregar o sistema. Entre os benefícios que estão no alvo da operação de 2024, o INSS anunciou que a prioridade está em identificar benefícios como Benefício de Prestação Continuada-BPC, auxílio-doença e seguro defeso.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui