Instrumentista de Boston, nos EUA, recupera flauta de R$ 70 mil esquecida em táxi há 9 anos

Um homem levou a flauta a uma loja de instrumentos para ser avaliada. O gerente reconheceu uma peça rara e acionou a fabricante, que localizou a dona


0
Imagem de Heidi Slyker em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

Heidi Slyker, uma multi-instrumentista norte-americana, recuperou nesta ano uma flauta que vale US$ 12.960 (cerca de R$ 70 mil, na cotação atual) no banco de um táxi em 2012, na cidade de Boston, nos Estados Unidos.

A história foi publicada no “New York Times”.

Em 2012, ela tinha um emprego em um bar durante a noite e tentava se candidatar a uma orquestra, a Filarmônica da Nova Inglaterra.

Ela terminou uma noite de trabalho no bar e tomou um táxi para casa. De acordo com Slyker, ela se deu conta que havia esquecido a flauta no banco de trás imediatamente.

A flauta havia custado US$ 10 mil, mas, hoje, o valor do instrumento subiu.

Sem a flauta, Slyker não foi aceita na filarmônica. Ela está até hoje no mesmo bar, mas agora é diretora musical.

Em março, ela recebeu uma mensagem da empresa que fabrica as flautas, a Brannen Brothers.

A companhia tinha sido procurada por uma loja de Boston.

Um homem entrou na loja e pediu uma avaliação do valor da flauta. O gerente da loja,

Brett Walberg, disse que a pessoa que levou a flauta não era familiarizada com o instrumento, que é raro.

Ele anotou os dados do instrumento, como o número de série, e tirou fotos. A empresa que faz a flauta encontrou os contatos da dona.

A polícia entra em cena

A polícia de Boston visitou a pessoa que havia tentado vender a flauta. Ele afirmou que comprou o instrumento de um desconhecido, e entregou a peça para os policiais.

Segundo a polícia, o homem que queria vender o instrumento era um taxista na época em que a flauta foi esquecida.

Ele pode ser acusado de receptação.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui