Insumos do ‘kit intubação’ têm alta de até 467% e hospitais temem desabastecimento no RS

Governo do estado estuda compra emergencial de medicamentos


0

Insumos utilizados na intubação de pacientes internados em UTIs tiveram alta de 33% a 467% nos preços entre 2020 e 2021, conforme levantamento da Federação das Santas Casas do Rio Grande do Sul.

Diante dos valores elevados e da baixa oferta do chamado “kit intubação”, composto por sedativos, relaxantes musculares e anestésicos, hospitais do estado temem o desabastecimento das unidades. Na avaliação do presidente da entidade, que reúne também hospitais beneficentes, religiosos e filantrópicos, o problema pode afetar o tratamento de pessoas com coronavírus e outras doenças. Luciney Boher afirma que a situação preocupa instituições dos mais variados portes.

Às 11h07 desta quinta-feira (11), o RS tinha 2.491 pacientes intubados em respiradores de UTIs. O número equivale a 76% do total de 3.262 internados em leitos críticos.

Fonte: G1 RS


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui